Negócios

Apple investe em inteligência artificial

apple istock

Na segunda-feira (13), aconteceu em San Francisco a abertura do World Wide Developer’s Conference (conferência mundial de desenvolvedores), um evento de tecnologia promovido pela Apple. Apesar da empresa não ter anunciado oficialmente informações sobre uma versão mais avançada da Siri, foi notável a presença da assistente digital nas apresentações.

O software Siri, que no começo era apenas um assistente de voz, agora é um sistema de inteligência artificial. Batizado de SiriKit, o aplicativo inclui funções novas, como mandar mensagens, fazer ligações, procurar fotos, marcar automóveis, fazer pagamentos e sugerir séries de exercícios.

VEJA MAIS: 16 marcas de tecnologia mais valiosas de 2016

Algumas dessas ações são óbvias, mas outras levantaram dúvidas que ainda não foram apresentadas pela Apple, por exemplo, como a Siri irá programar automóveis e como o software vai fazer pagamentos.

Outra nova função do software será abrir acesso ao app CarPlay, que controla o clima do carro e o rádio.

Além de estar presente nos celulares, o software também estará disponível para computadores da marca, o que deve gerar competição com a Cortana, aplicativo de assistência digital similar da Microsoft.

Nem todo o investimento da Apple em inteligência artificial vem da Siri. A empresa também está desenvolvendo um sistema de reconhecimento facial no iPhone após ter adquirido, no ano passado, a companhia de tecnologia Perceptio.

Comentários
Topo