Negócios

Google retoma 1º lugar entre as marcas mais valiosas do mundo, segundo WPP

Google-busca-IS

O ranking das 100 marcas mais valiosas do mundo, divulgado pela WPP e pela Milward Brown, trouxe novidades em 2016. O Google retomou o primeiro lugar, posto que perdeu no ano passado, para a Apple. O gigante da internet atingiu valor de marca de US$ 229 bilhões, um crescimento de 32% em relação a lista do ano passado. A Apple, que está em segundo lugar, apresentou queda de 8% e agora tem valor de marca de US$ 228 bilhões. A Microsoft está logo atrás dos dois, com valor de US$ 122 bilhões. Outras empresas do mundo virtual entraram no cobiçado ranking das 10 marcas mais valiosas: Facebook (5º) e Amazon (7º).

Porém, algumas companhias perderam postos já consolidados. Pela primeira vez em 10 anos, a Marlboro e a Coca Cola, que já haviam apresentado queda em 2015, saíram do top 10 da lista.

VEJA MAIS: 50 maiores empresas do mundo em 2016

O ranking tem apresentado crescimento constante nos últimos 11 anos. Apesar das flutuações apresentadas durante e depois da crise financeira global, o aumento total no período foi de 133%. Assim como apresentado pela WPP, empresa de comunicação inglesa, o valor de marca é muito representativo para as empresas. Em primeiro lugar, ele está relacionado com o sucesso dos negócios: marcas com valor alto têm mais chances de aumentar vendas e participação no mercado. O valor de marca também está relacionado com o aumento do valor do preço das ações.

8 Apple iStock

O crescimento, combinado à crise e forças geopolíticas, proporcionou o aumento de apenas 3% no valor das marcas, em relação ao ano de 2015. Fatores que influenciaram esses números são o desaceleramento do crescimento econômico em países como o Brasil, China e Rússia, além da queda histórica do preço do petróleo.

Comentários
Topo