Negócios

Richard Branson explica por que a justiça social melhora os negócios

Richard Branson - getty

O fundador do grupo Virgin, Richard Branson, falou para a ONG InequalityIs sobre como a justiça social é boa para os negócios. Ele declarou que quanto mais as pessoas conseguirem tocar negócios com um propósito, o mundo será melhor e o retorno será garantido.

Branson exemplificou o pensamento dele com um acontecimento. “Na primeira casa que eu fui na minha última viagem pra África tinha um senhor de 79 anos. Ele nunca tinha tido eletricidade em sua vida e, pela primeira vez, havia instalado uma lâmpada. Seu neto, que estava no local, pulava de felicidade. E então ele falou ‘pode ser muito tarde para mim’, mas ele tinha um sorriso em seu rosto, pois sabia que a criança teria mais oportunidades no futuro”.

VEJA MAIS: Bilionário confessa seus 6 maiores erros

O bilionário quer passar a mesma mensagem de seu grupo Virgin. Para modificar o cenário dos negócios, a empresa se juntou ao The B, grupo de líderes globais que trabalha para criar um plano B para o mercado e que una as pessoas e o planeta de forma positiva.

Uma de suas ações, desde que o empresário voltou da África, é a instalação de painéis solares nas casas de pessoas que não tem energia elétrica. Dessa forma, a população passa a ter acesso à luz e também a aparelhos mobile, como celulares. Essa ação simples pode conectá-las e trazer frutos para todos, o que cria uma relação orgânica, e não depende de atos de caridade.

Comentários
Topo