Negócios

YouTube marca inauguração de 2º espaço de criação no Brasil

YouTube Space São Paulo (Divulgação)

YouTube Space São Paulo (Divulgação)

O YouTube anunciou hoje (29) a data de inauguração de seu novo espaço colaborativo para criadores da rede, no Rio de Janeiro. O projeto Space, divulgado em outubro do ano passado, ficará em um galpão tombado de 2.000 m² no Porto Maravilha, próximo ao novo Museu do Amanhã e da Praça Mauá, no centro da cidade, com previsão de abertura para o primeiro semestre de 2017.

VEJA TAMBÉM: Google irá lançar o próprio smartphone até o final do ano

As obras já começaram, mas, de acordo com Eduardo Brandini, diretor de conteúdo do YouTube no Brasil, não é possível marcar uma data exata porque não será possível fazer obras durante o período das Olimpíadas na cidade, em agosto. “Esta área ficará sobre o controle do Comitê Olímpico Internacional (COI)”, conta o executivo. “Dependemos deles para começar a construção interna.”

O YouTube Space é um projeto que busca reunir grandes criadores, os chamados youtubers, com produtores menores. O Google, dono da rede de vídeos, oferece toda a infraestrutura gratuitamente, mas os interessados devem atender a alguns requisitos, como ter um canal no portal com pelo menos 10.000 inscritos.

Divulgação

Divulgação

Entre as atividades estão workshops e happy hours, que ocorrem uma vez por mês. “São ótimas oportunidades para conhecer pessoas e outros criadores”, afirma Brandini. “Há muitos canais que têm bons conteúdos, mas precisam de pequenos ajustes, como toques sobre luz ou câmera, para se tornarem grandes. Essa interação é boa para essa troca de experiências.”

VÍDEO: Robô mostra como será o trabalho no futuro

Este será o segundo espaço colaborativo do YouTube no país. O primeiro foi inaugurado em São Paulo em outubro de 2014, em parceria com o Instituto Criar, que recebeu no ano passado cerca de 2.000 criadores por trimestre. “O Brasil é o segundo maior consumidor do YouTube em horas assistidas. A audiência quase dobrou no último ano”, conta Brandini. “Faz sentido querer estimular a criação aqui.” Diferentemente do modelo paulista, o Space do Rio será inteiramente da rede da vídeos.

Além das cidades brasileiras, o YouTube tem spaces em Los Angeles, Nova York, Londres, Paris, Tóquio, Toronto, Berlim e Mumbai.

Comentários
Topo