Negócios

CEO do Instagram se torna bilionário com crescimento do Facebook

Getty Images

Getty Images

Quatro anos depois de vender seu negócio ao Facebook, o CEO do Instagram Kevin Systrom acaba de entrar na lista de bilionários de FORBES com uma fortuna de US$ 1,1 bilhão.

Systrom lançou seu aplicativo de fotos em outubro de 2010, com apenas 13 empregados para ajudá-lo. Em 2012, depois de negociar com a rede social de Mark Zuckerberg, sua fortuna valia US$ 400 milhões. Na época, os negócios com a companhia foram calculados em US$ 300 milhões em dinheiro e 23 milhões de ações do Facebook.

VEJA MAIS: 70 maiores bilionários do mundo em 2016

Nesses quatro anos, as ações da companhia cresceram em mais de 500%, transformando a fortuna de Systrom em US$ 1,1 bilhão. Ele também é dono de uma pequena parcela de ações do Wal-Mart, companhia da qual faz parte do conselho administrativo desde setembro de 2014.

Em 2005, seu ano de formatura, ele foi convidado por Zuckerberg a largar a Universidade de Stanford e criar um novo aplicativo de fotos, chamado The Facebook. Em troca, ele receberia mais uma quantidade considerável de ações da rede social. Systrom recusou a oferta e começou a trabalhar em um café da região. Mais tarde, ele passou a trabalhar no Google.

E AINDA: 31 maiores bilionários brasileiros

Hoje, o Instagram tem 500 milhões de usuários mensais e valeria US$ 50 bilhões, caso fosse desligado do Facebook.

Comentários
Topo