Negócios

Por que NetSuite voltou a ser propriedade da Oracle

(iStock)

(iStock)

A Oracle, empresa de tecnologia e informática, anunciou, na última quinta-feira (28), acordo para a adquisição da NetSuite por US$ 9,3 bilhões. O acordo, que reuniu o CEO da NetSuite, Zach Nelson, com seu antigo chefe e presidente da Oracle, Larry Ellison, avaliava a NetSuite por US$ 109 por ação e representa o inevitável para uma empresa que sempre procurou voar para longe de suas origens.

A NetSuite foi fundada em 1998, como a primeira empresa “nuvem”, oferecendo aos clientes software de planejamento financeiro e de recursos através de um modelo de assinatura. Ellison, embora famoso mundialmente por questionar publicamente o burburinho em torno de empresas públicas de “nuvem”, apoiou seu antigo chefe de marketing, investindo por meio de uma oferta pública em 2007, quando era dono de aproximadamente dois terços da companhia. As ações da NetSuite atingiram uma alta de US$ 115,57 em fevereiro de 2014, 20% maior do que no momento da sua aquisição em julho de 2016.

LEIA MAIS: Bom empreendedor é quem cria um negócio permanente, afirma Lemann

Desde então, a Oracle mudou seu foco para enfatizar suas ofertas em “nuvem”. Quando Ellison nomeou Safra Catz e Mark Hurd como co-CEOs, a missão da companhia passou a ser “se tornar a maior companhia na nuvem”, de acordo com uma entrevista de Hurd no ano passado. A “nuvem” já é um negócio de bilhões de dólares para a Oracle, mas o software de nuvem pura ainda representa uma fração nos negócios global da empresa.

A Oracle explicou como as duas companhias estão lidando com a atual situação em seu comunicado sobre o assunto. A avaliação e negociação foram lideradas apenas pelos diretores independentes do conselho e, como a companhia disse, com aprovação unânime. O acordo também requer que os donos das ações da NetSuite ofereçam a maioria delas. Essa parte do acordo não inclui aquelas que são propriedade de Ellison e sua família.

LEIA MAIS: 7 hábitos no trabalho que podem causar um infarto

“As nuvens da Oracle e NetSuite são complementares, e irão coexistir no mercado de trabalho para sempre”, disse Hurd, em uma declaração sobre a aquisição. “Nós queremos investir muito em ambos os produtos: engenharia e distribuição.”

Comentários
Topo