Negócios

Conheça Greg Flynn, dono de 800 franquias de fast food nos EUA

Reprodução

Reprodução

Em 1997, Greg Flynn, um investidor imobiliário de 33 anos, recebeu uma ligação de seu pai, Donald Flynn. O advogado aposentado, que viajava pela ilha grega de Corfu, estava decidido a comprar uma vila local e precisava de US$ 2 milhões emprestados, o mais rápido possível.

O Flynn mais velho estava, naquela época, em uma viagem pelo mundo financiada pelos lucros de suas duas unidades do Burger King, em San Francisco, na Califórnia. Uma delas era uma mina de ouro na congestionada Avenida Van Ness, que costumava render US$ 2,5 milhões por ano e que, inclusive, ajudou a comprar a vila grega de seu pai.

VEJA MAIS: 70 maiores bilionários do Brasil em 2016

O primogênito do empresário soube desde cedo que franquias davam dinheiro. Durante seus anos como investidor, ele abriu o Grupo de Restaurantes Flynn, que hoje controla 800 unidades de restaurantes como Applebee’s, Taco Bell e Panera Bread, que rendem US$ 1,9 bilhão por ano.

O Grupo de Restaurantes Flynn foi o primeiro dos Estados Unidos a reunir a administração de franquias de fast food. Considerada uma prática mais regional, o controle de franquias geralmente ficava nas mãos de pequenos proprietários das cidades norte-americanas.

E AINDA: Ex-bilionários: quem não está mais entre os mais ricos do Brasil em 2016

Flynn é dono de mais de 25% da empresa e tem um assento no conselho da companhia. Ele diz que persistência e persuasão são duas das características chaves para o sucesso. “Pra chegar aonde cheguei, precisei convencer muita gente de que minha ideia era boa.”

Comentários
Topo