Negócios

Empresária de 23 anos doa mochilas com painéis solares para crianças africanas

Reprodução/Forbes

Salima Visram é a empresária de 23 anos por trás da Soular, uma empresa de mochilas equipadas com painéis solares, que permite às crianças sem acesso à luz elétrica estudem à noite sem depender das cancerígenas lâmpadas de querosene. A Soular lançou mais um modelo no início do mês na loja online HSN, em colaboração com a Disney, que gravou o filme “Rainha de Katwe” na zona rural de Ruanda, onde a lâmpada de querosene é o eixo central da história.

“Fiquei inspirada em lançar essas mochilas depois que vi como algumas crianças no Quênia, onde eu cresci, não conseguiam estudar todos os dias e entrar no ensino médio, o que perpetuava o ciclo de pobreza no país”, disse Salima.

LEIA MAIS: Casa Branca planeja receber 110 mil refugiados nos EUA em 2017

A vencedora do Oscar Lupita Nyong’o, protagonista de “Rainha de Katwe”, é uma das apoiadoras do projeto. Em junho deste ano, Lupita e a Disney se juntaram à equipe da Soular para visitar Katwe, em Uganda, e distribuir mochilas lá.

“Em cada mochila Soular há uma frase da Lupita que diz: ‘O poder está nos seus passos’”, revelou Salima.

Salima fundou a Soular ao abrir uma campanha de crowdfunding, que excedeu seu objetivo em 25% ao arrecadar US$ 50.000. A Soular, desde então, vem distribuindo centenas de mochilas no Quênia, Uganda e Tanzânia.

LEIA MAIS: Fotografias feitas por drones revelam o racismo na arquitetura sul-africana

“Até agora distribuímos nossas mochilas para 500 crianças. Porém, pelos cálculos, percebemos que com uma mochila por família, três crianças se beneficiam da energia elétrica”, afirmou Visram.

Salima tem grandes planos para a Soular. “A próxima fase da empresa seria instalar esse modelo por toda a América do Norte para que todos que queiram comprar uma mochila comprem uma que forneça luz para crianças necessitadas. Estamos animados em nos posicionar como uma companhia líder no mercado de mochilas cujo objetivo é criar impacto social”.

A nova mochila custa US$ 49,95 na loja online HSN e vem em duas cores: azul-marinho e branco. A cada mochila vendida, uma é doada.

LEIA MAIS: 25 mulheres mais poderosas do mundo em 2016

Salima se mantém comprometida em tornar a Soular uma companhia capaz de achar soluções sustentáveis para a pobreza.

“Minha visão para a Soular é torná-la um sistema holístico de intervenções e serviços que dão às pessoas uma ferramenta para aliviar a pobreza. Queremos fazer uma parceria com um banco, para que o dinheiro economizado todo mês com o querosene vá para um fundo destinada à educação. Queremos abrir micro-franquias em vilarejos rurais para vender lâmpadas e baterias, gerando, assim, mais empregos. Acabamos de chegar no Quênia, o que ajuda a criar mais empregos e impactar a região. Perceber o quão importante a eletricidade é para a educação, saúde e desenvolvimento econômico também foi algo que me inspirou a iniciar a empresa.”

Comentários
Topo