Negócios

Bilionário do Facebook promete mais US$ 15 milhões para barrar Trump

Dustin Moskovitz

Jovem bilionário doará US$ 15 milhões para apoiar a candidata democrata Hillary Clinton (Getty Images)

O Priorities USA Action é uma super PAC (Political Action Committee, Comitê de Ação Política, em tradução livre), organização que recebe as doações das campanhas. O comitê, que visa expandir a candidatura da candidata democrata à presidência dos Estados Unidos Hillary Clinton, teve um bom resultado na semana passada.

O cofundador do Facebook Dustin Moskovitz prometeu no último sábado (8) em uma postagem na rede social que iria doar US$ 5 milhões para a PAC, a segunda maior contribuição ao Priorities USA Action desde janeiro de 2015. Moskovitz, um dos mais jovens bilionários do mundo, também afirmou que doará US$ 3 milhões para outras organizações de defesa política, e também doará US$ 7 milhões para organizações de eleitores apartidários. No total, o bilionário doará US$ 15 milhões.

SAIBA MAIS: Cofundador do Facebook doa US$ 25 milhões para ONG que transfere dinheiro diretamente aos mais necessitados

A doação do bilionário de 32 anos à Priorities USA Action está apenas atrás da doação do investidor George Soros, que em dezembro de 2015 doou US$ 6 milhões à organização. As últimas informações do Federal Election Commission (Comissão Eleitoral Federal, em tradução livre) mostrou que o Soros doou US$ 9,5 milhões à PAC entre o dia 1 de janeiro de 2015 e 31 de agosto de 2016.

Em setembro, Moskovitz prometeu doar US$ 20 milhões para ajudar a barrar o candidato Donald Trump. Parte dessa quantia inclui grupos como o Hillary Victory Fund, organização de doações à campanha, e o MoveOn.org, organização de mobilizações políticas. Foi a primeira vez que o jovem bilionário doou dinheiro para fins políticos, afirmou ele em uma postagem sobre as doações. Na sua declaração, ele também criticou Donald Trump, afirmando que o candidato republicano estava “indo em direção à uma soma de zeros, gerando uma falsa disputa entre seu eleitorado e o resto do mundo.”

RANKING: 70 maiores bilionários do Brasil em 2016

Moskovitz, com fortuna estimada pela FORBES em US$ 10,4 bilhões, não mostrou sinal de afeição ao Trump desde setembro quando anunciou a doação para barrar o candidato. Um vídeo gravado em 2005 que foi revelado recentemente mostra o candidato republicano fazendo comentários depreciativos sobre mulheres. Mesmo com Moskovitz não fazendo nenhuma referência direta sobre a gravação na postagem que ele fez sobre a doação de US$ 15 milhões, ele escreveu que os eventos das últimas semanas apenas confirmaram sua convicção de que Hillary é a melhor escolha para os Estados Unidos, e que ele espera que essas contribuições ajudem a trazer a realidade à tona.

Comentários
Topo