Negócios

Conheça a baixinha que manda nos gigantes do esporte brasileiro

Bruninho, Serginho, Lucao, Lucarelli e Lipe

Alessandra Menga manda em gigantes como Lipe, Bruninho, Lucão, Lucarelli e Serginho (Heuler Andrey)

A empresária de marketing Alessandra Menga está há 14 anos a frente da AMMA (Alessandra Menga Marketing e Agenciamento) trabalhando com a elite do esporte nacional e empresas de ponta. Mas ela não chama atenção apenas pelos bons resultados da agência, mas por circular com os gigantes do vôlei.

A baixinha de 1,56 é a responsável por cuidar da carreira e da imagem de grande parte da seleção de vôlei campeã olímpica na Rio 2016. É comum vê-la com Bruninho, Serginho, Lucarelli, Lucão e Lipe.

VEJA TAMBÉM: Os países com melhor desempenho na Olimpíada segundo o número de habitantes

“Inicialmente, me dedicava apenas à carreira da minha irmã, a tenista Vanessa Menga. Essa foi a minha escola”, diz a empresária. Na sequência da carreira, ela passou a agenciar o ex-jogador de vôlei Mauricio Lima. Alessandra conta que ela precisou mostrar ao atleta que um projeto de gestão de carreira valia a pena. Eles continuam trabalhando juntos até hoje.

A parceria com o ex-levantador da seleção brasileira abriu as portas para ela. “Aí meu trabalho começou a chamar a atenção de outros jogadores e grandes empresas”, conta Alessandra. Tal interesse fez com que a empresária sentisse a necessidade de ampliar os negócios e criasse a AMMA, em 2002. Já no ano de criação, a empresa movimentou o mercado com contratos de patrocínios, campanhas e eventos.

Durante o período olímpico, a AMMA atendeu mais de 50 clientes e os grandes patrocinadores da Olimpíada Rio 2016 como Bradesco, P&G, Visa, Cisco, Nike , Samsung e Panasonic. “A Olimpíada foi uma resposta muito positiva ao meu trabalho”, avalia a empresária. Na competição, o faturamento da empresa aumentou em 40%, com projetos que variaram de R$ 180 mil a R$ 1 milhão.

LEIA MAIS: 14 atletas mais bem pagos da Olimpíada Rio 2016

Alguns cases se destacaram durante o ciclo olímpico foi a campanha da Nestlé com ídolos do esporte. Atletas brasileiros estamparam as latas do Nescau. A empresária conta que estudou a marca e um atleta da NBA foi quem mais se encaixou na proposta. “Tiago Splitter era quem mais cabia na ideia, com características como explosão e energia”. No entanto, a marca achou que seria inatingível por ele ser um atleta da NBA. “Ele era a pessoal ideal. A ação foi bacana e não importa que ele ganha milhões. O projeto pode dar certo mesmo assim, com conversas para acertar os valores”, avalia.

Alessandra também atua como elo entre marcas e outros atletas. “Eu acho a melhor celebridade/atleta para as marcas. Com a proposta em mãos, a gente procura a cara para a marca. Às vezes o profissional não faz parte do portfólio da empresa, mas é contratado para uma determinada campanha.”

E MAIS: Como o esporte é usado a serviço da humanidade

Desde que criou a AMMA, a maior dificuldade de Alessandra foi introduzir o marketing para atletas de esportes coletivos. No entanto, o obstáculo foi driblado com projetos específicos, como o que acertou com a Avianca. A ideia da parceria com a companhia aérea surgiu quando a empresa anunciou ter espaço maior entre as poltronas. A agência mostrou que os jogadores de vôlei poderiam mostrar essa característica porque alguns como Lucão tem mais de dois metros de altura. Com isso, o negócio foi fechado.

Lipe, Bruninho, Lucão, Lucarelli e Serginho fazem parte do portfólio da AMMA, de Alessandra Menga (Heuler Andrey)

Lipe, Bruninho, Lucão, Lucarelli e Serginho fazem parte do portfólio da AMMA, de Alessandra Menga (Heuler Andrey)

Hoje, ela se destaca na área por ter no portfólio da empresa os principais nomes do esporte nacional: nove jogadores de vôlei (Bruninho, Dante, Serginho, Lucarelli, Lucão, Murilo, Lipe, Fê Garay e Jaqueline Carvalho) e três jogadores de basquete da NBA (Tiago Splitter, Leandrinho Barbosa e Raul Neto). Ela também trabalha com dois ex-atletas (Mauricio Lima e Vanessa Menga) e um narrador esportivo (Milton Leite).

Depois de consolidar-se no esporte, Alessandra Menga decidiu arriscar e entrar no meio artístico. Bianca Rinaldi é a primeira atriz a ingressar na empresa. “Meu trabalho é criar um mundo de oportunidades aos meus agenciados”, explica a empresária.

RANKING: 25 atletas mais bem pagos do mundo em 2016

Para Alessandra, o segredo do sucesso é a relação de amizade que ela tem com os agenciados. “É uma relação muito próxima, por isso tem uma durabilidade grande. Não há um contrato com duração. Fica quem quer por ser uma relação de confiança”, revela.

Comentários
Topo