Negócios

Criador de jogos para celular é o mais novo bilionário sul-coreano

Jun-Hyuk Bang

Jun-Hyuk Bang (Reprodução)

A nova febre entre jogos para celular é o “Marvel Future Fight”, com os super-heróis Thor e Homem-Aranha, entre outros. Desde a sua estreia, em 2015, o app foi baixado mais de 50 milhões de vezes e se firmou entre os 10 mais baixados de 118 países. O resultado disso é o mais novo integrante da lista global de bilionários, o sul-coreano Jun-Hyuk Bang, desenvolvedor do jogo.

LEIA MAIS: Criador do KakaoTalk vira um dos maiores bilionários da Coreia

Dono de 32% das ações da produtora Netmarble Games, o sul-coreano tem, aos 47 anos, uma fortuna estimada em US$ 1,2 bilhão.

Seu sucesso não vem de hoje. Bang já foi comparado a Steve Jobs por ter deixado a companhia em um momento crítico e, depois, voltar para revivê-la. A diferença é que o sul-coreano o fez por motivos de saúde, não por ter sido expulso.

Bang fundou a Netmarble em 2000 até deixá-la em 2005 e só voltar seis anos depois. Sua grande mudança, então, foi alterar o foco do desenvolvimento de desktop para mobile. “Vi o acréscimo do número de pessoas com smartphones na Coreia e senti que seria uma nova cultura, mais do que um aparelho telefônico”, conta o empreendedor.

VEJA TAMBÉM:Conheça a Coupang, empresa sul-coreana que sabe como vencer a Amazon

Agora, Bang visa expandir seu mercado nos Estados Unidos. Em julho deste ano, a Netmarble comprou a desenvolvedora Jam City (antiga SGN Games), baseada em Los Angeles, por US$ 130 milhões. É uma mudança que vai além da conquista geográfica: o maior sucesso da empresa, até então, foi o simples e popular “Cookie Jam”, um jogo ao estilo “Candy Crush”.

Comentários
Topo