Negócios

Lucro da Ford cai pela metade no 3º trimestre

Divulgação

Divulgação

Os lucros da Ford Motors no terceiro semestre de 2016 caíram pela metade se comparado ao mesmo período do ano passado. A montadora informou na última quinta-feira (27) que a diminuição de mercado e o alto custo da nova picape Super Duty foram as principais razões, uma vez que houve um recall de 2,4 milhões unidades do veículo devido a um problema com as portas.

LEIA MAIS: 15 carros extintos que retornaram ao mercado

Os números caíram de US$2,19 bilhões para US$ 957 milhões no ano passado. Por outro lado, dado o problema com a picape, o valor surpreendeu a expectativa dos especialistas em seis centavos.

Mas não é só nos Estados Unidos que vendas, lucros, ações e margem de operações estão em baixa, América do Sul, África e Oriente Médio também acompanham o movimento. Na Europa e na Ásia, por sua vez, houve leve alta.

VEJA TAMBÉM: Ford cria serviço de transporte que pode rivalizar com o Uber

Mas é o mercado norte-americano que define os resultados. Lá, a Ford declarou que os números atuais condizem com o que aconteceu no começo do ano: um trimestre lucrativo seguido de um trimestre fraco.

O lançamento da picape Super Duty 2017, o primeiro redesign desta caminhonete em 18 anos, foi um dos fatores para a queda da empresa neste trimestre. Qualquer lançamento custa mais devido aos gastos com marketing e baixas vendas pois os veículos ainda não chegaram a todos os showrooms.

O custo para melhoria das portas foi de US$ 600 milhões. De acordo com o CFO, Bob Shanks, desconsiderando este prejuízo, a margem operacional da Ford na América do Norte foi de 8,4%, um número considerável em meio a uma super produção como o Super Duty. O problema é que não há como desconsiderá-lo.

Comentários
Topo