Yuan entra para grupo exclusivo do FMI

Yuan
Yuan passa a integrar seleto grupo do FMI (iStock)

O yuan entrou para a cesta de moedas de reserva do Fundo Monetário Internacional (FMI) neste final de semana. A moeda chinesa junta-se ao grupo exclusivo que tem apenas o dólar norte-americano, o euro, a libra esterlina e o iene japonês como participantes.

VEJA TAMBÉM: Banco chinês faz maior IPO do ano

Com a decisão, que começou a valer no sábado (1), a China passa a fazer parte das discussões sobre reformas monetárias globais. Isso também beneficia os chineses, que terão acesso a mais benefícios nos mercados internacionais.

E MAIS: Por que os brasileiros estão fora do sorteio do green card norte-americano

“A inclusão é um marco na internacionalização do renminbi (como é conhecido o yuan no país) e uma afirmação de sucesso do desenvolvimento econômico da China”, afirmou Banco Central chinês, o “Banco do Povo”, via comunicado.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).