Negócios

5 maiores bilionários ganham US$ 6,4 bi com previsão de vitória de Hillary

Bilionário Warren Buffett ganhou US$ 1 bilhão com previsão de vitória de Hillary Clinton (Getty mages)

Bilionário Warren Buffett ganhou US$ 1 bilhão com previsão de vitória de Hillary Clinton (Getty mages)

Os cinco mais ricos dos Estados Unidos tiveram um dia extremamente lucrativo após o Dow Jones subir mais de 2%. No final do pregão de ontem (7), o índice ganhou mais de 350 pontos, o maior aumento em um único dia desde março. Isso ocorreu após pesquisas apontarem para Hillary Clinton na reta final da eleição para presidente dos Estados Unidos e uma declaração do diretor do FBI, James Comey, feita no domingo (6) confirmando o fim das investigações nos e-mails da candidata.

Os maiores bilionários adicionaram US$ 6,4 bilhões às suas fortunas em menos de oito horas, de acordo com o ranking em tempo real de FORBES dos mais ricos dos Estados Unidos. Dois deles, Jeff Bezos e Warren Buffett, ganharam mais de US$ 1 bilhão, individualmente, graças à Amazon e à Berkshire Hathaway. Os outros três, Bill Gates, Mark Zuckerberg e Larry Ellison arrecadaram, individualmente, US$ 500 milhões.

RANKING GLOBAL: 70 maiores bilionários do mundo em 2016

Juntos, os 400 mais ricos dos Estados Unidos ganharam US$ 17,1 bilhões ontem, à medida que dezenas de pessoas viram suas fortunas crescerem junto com o mercado de ações. Os membros desse grupo, que possuem ao menos US$ 1,7 bilhão, agora controlam juntos um patrimônio líquido de aproximadamente US$ 2,4 trilhões de fortuna.

Há também efeitos fora dos Estados Unidos. O bilionário espanhol Amancio Ortega, a segunda pessoa mais rica do mundo, adicionou US$ 750 milhões à sua fortuna. O bilionário mexicano Carlos Slim, que é o sexto homem mais rico, ganhou US$ 1,9 bilhão no mesmo dia, com o peso do mexicano subindo e as ações da America Movil de Slim saltando quase 5%. No geral, os sete mais ricos do mundo adicionaram US$ 9 bilhões às suas fortunas ontem.

RANKING: 70 maiores bilionários do Brasil em 2016

Embora os mercados globais aparentemente estejam crescendo de modo otimista, e que Hillary Clinton tenha muitas chances de sair vitoriosa na eleição de hoje (8), há uma razão para que os investidores sejam cautelosos. Em junho, a votação no Reino Unido sugeriu que o país votaria contra a Brexit. Quando o referendo, em seguida, passou por dificuldades, o índice FTSE da Bolsa de Valores Londres caiu mais de 8% em poucos minutos.

Comentários
Topo