Negócios

Hillary e Bill Clinton já pagaram US$ 100 milhões em impostos desde 2001

Hillary e Bill Clinton

Hillary e Bill Clinton receberam US$ 240 milhões, mas pagaram US$ 100 milhões em impostos nos últimos 15 anos (Getty Images)

Desde a saída de Bill e Hillary Clinton da Casa Branca há 15 anos, eles receberam US$ 240 milhões e pagaram US$ 100 milhões em impostos, de acordo com análises de FORBES das declarações fiscais dos últimos 15 anos do casal.

Os Clintons pagaram US$ 76 milhões em impostos federais, US$ 21 milhões em impostos estaduais e locais, US$ 1 milhão em impostos imobiliários e mais US$ 1 milhão em impostos estrangeiros de 2001 a 2015, segundo dados das declarações fiscais do casal. Eles também doaram US$ 23 milhões para a caridade nos Estados Unidos durante esse período.

LEIA MAIS: 76% dos brasileiros preferem Hillary Clinton a Trump, diz pesquisa

Em 2000, o último ano de Bill na presidência dos EUA, o casal pagou US$ 90.000 em impostos. No ano seguinte, os ganhos e os impostos aumentaram drasticamente quando Bill começou a fazer discursos em lugares como o Morgan Stanley, a Oracle Corporation e a British Broadcasting Corporation, arrecadando mais de US$ 100.000 por cada evento. Em 2001, os Clintons ganharam US$ 16 milhões e pagaram US$ 7 milhões em impostos.

O casal obteve sua maior cobrança de impostos em 2014, quando eles deram mais de US$ 10 milhões aos Estados Unidos e outros US$ 3 milhões para governos estaduais e locais. Em 2016, ambos foram muito bem pagos fazendo discursos para a campanha presidencial. Juntos, eles arrecadaram um valor de US$ 28 milhões em renda, mais do que os CEOs da Apple, General Motors e Wal-Mart.

VEJA TAMBÉM: 5 maiores bilionários ganham US$ 6,4 bi com previsão de vitória de Hillary

Quebrando uma tradição de décadas, o republicano Donald Trump se recusou a revelar suas declarações de impostos durante a corrida presidencial de 2016.

Comentários
Topo