Negócios

Mercados ao redor do mundo caem após eleição de Donald Trump

Donald Trump

Mercados não reagiram bem à eleição do republicano (Getty Images)

Donald Trump foi eleito o 45° presidente dos Estados Unidos na madrugada desta quarta-feira (9). Depois de uma disputa acirrada, às 2h50 de Nova York, o republicano chegou ao hotel Hilton em Manhattan para anunciar que a democrata Hillary Clinton tinha ligado para ele, em reconhecimento da derrota. “Chegou a hora de nos unirmos como um só povo, eu prometo que serei o presidente de todos os norte-americanos”, declarou o bilionário.

VEJA TAMBÉM: Trump torna-se o presidente mais rico da história dos EUA

Não demorou muito para o mercado reagir. Assim que a apuração começou a contar mais votos para Trump, o índice Dow Jones caiu 506 pontos, em torno de 4%.

O medo da presidência de Trump era evidente também na Europa. Em Londres, a bolsa abriu em queda de 2% e alcançou até 4%. O Hang Seng Index, de Hong Kong, caiu 2,7%, na Coreia do Sul, 5%, e a japonesa Nikkei 225, 5,1%. O euro caiu 2% enquanto o iene também registrou queda de 3%.

E MAIS: Investidores podem perder até US$ 1 trilhão com a vitória de Trump

O peso mexicano, moeda mais afetada pelo país vizinho, também caiu. Na última terça-feira (8), assim que a candidata democrata Hillary Clinton mostrou força no início das votações, o peso subiu. Porém, caiu 13,7% após a meia noite, quando a CNN fechou a apuração nos estados de Ohio, Flórida, Iowa, Carolina do Norte e Utah.

Comentários
Topo