Negócios

Zuckerberg vende mais US$ 95 mi das suas ações do Facebook

Priscilla Chan e  Mark Zuckerberg

O casal Priscilla Chan e Mark Zuckerberg tem como objetivo doar 99% das suas ações do Facebook durante a vida (Getty Images)

O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, vendeu mais US$ 95 milhões das ações de sua empresa na última semana, e avançou alguns passos para alcançar seu objetivo de doar 99% das ações durante a sua vida, com o objetivo de melhorar o mundo.

A Chan Zuckerberg Foundation e a CZI Holdings LLC, as duas entidades de advocacia pública e filantrópica que o CEO e sua esposa, Priscilla Chan, criaram no ano passado, venderam as ações entre os dias 17 e 18 de novembro, de acordo com arquivos regulatórios. O acordo segue a venda de US$ 190 milhões de ações do Facebook pelas mesmas entidades em outubro e outros US$ 190 milhões vendidos em setembro. Zuckerberg afirma que doará até US$ 1 bilhão das ações do Facebook por ano até 2018, de acordo com os arquivos.

LEIA MAIS: Zuckerberg ganha US$ 3,4 bilhões em apenas uma hora

Em dezembro de 2015, o casal anunciou pela primeira vez o plano de doar 99% das ações deles do Facebook, o equivalente a cerca de US$ 45 bilhões, para “advocacia pública, filantropia e outras atividades em prol do bem público” durante a sua vida. Parte desse fundo vai para empresas sem fins lucrativos que se encaixam nos objetivos e valores do casal. Após essas vendas, FORBES estima que o patrimônio líquido do bilionário seja de US$ 52 bilhões. Sua fortuna aumentou no ano passado, mesmo com a grande venda de ações, como resultado do aumento do valor de ações do Facebook.

Chan e Zuckerberg anunciaram uma grande meta em setembro deste ano, quando eles se comprometeram a gastar US$ 3 bilhões nos próximos 10 anos para combater doenças. “Se nós pudermos desenvolver novas ferramentas, podemos capacitar cientistas de todo o mundo para fazer progressos e descobertas de modo muito mais rápido”, afirmou o bilionário na época.

RANKING: 14 bilionários mais jovens dos Estados Unidos

Atualmente, Zuckerberg é a quarta pessoa mais rica do mundo, segundo as estimativas de FORBES.

Comentários
Topo