Negócios

Localiza faz acordo para comprar operações da Hertz no Brasil

Localiza fechou acordo para comprar as operações brasileiras da norte-americana Hertz, avaliadas em R$ 337 milhões (Divulgação)

Localiza fechou acordo para comprar as operações brasileiras da norte-americana Hertz, avaliadas em R$ 337 milhões (Divulgação)

A Localiza fechou acordo para comprar as operações brasileiras da norte-americana Hertz, avaliadas em R$ 337 milhões, anunciou o grupo brasileiro de aluguel de carros e gestão de frotas ontem (5).

O acordo inclui uma aliança estratégica com a Hertz por meio do qual o grupo brasileiro poderá usar a marca Localiza Hertz no Brasil e a companhia norte-americana poderá usar a marca Localiza nos principais aeroportos dos Estados Unidos e Europa.

“A operação não compreende a aquisição de qualquer participação societária na Hertz Corp pela Localiza, tampouco na Localiza pela Hertz Corp”, afirmou a companhia brasileira em comunicado ao mercado. O acordo de marcas tem prazo de 20 anos, podendo ser renovado por mais 20.

VEJA TAMBÉM: As marcas de carros com os clientes mais fiéis do mundo

A Localiza vai incorporar à sua frota 9.200 carros da Hertz Brasil, volume que inclui 3.700 na área de gestão de frotas. A Hertz tem no Brasil 42 agências, das quais 16 em aeroportos.

A quantia de R$ 337 milhões corresponde ao valor do patrimônio líquido mais dívida da Hertz Brasil, afirmou a Localiza, maior empresa de aluguel de veículos da América do Sul.

RANKING: 10 marcas de carros mais licenciadas no Brasil em 2016

A Localiza encerrou o terceiro trimestre com uma frota de 136.202 veículos, dos quais 34.437 na área de gestão de frotas. Já o número de agências de aluguel de carros da empresa no Brasil e no exterior era de 564, das quais 333 próprias no país. A empresa opera em outros seis países da América do Sul.

A conclusão da operação está sujeita à aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Até lá, as empresas seguirão operando de forma independente, afirmou a Localiza.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Comentários
Topo