Negócios

3 lições sobre dinheiro que você precisa ensinar aos seus filhos

É muito comum vermos, principalmente em lojas, os pais realizando todas as vontades dos filhos – especialmente daqueles que ainda são bem pequenos. Essa atitude decorre da inabilidade de dizer “não”. O que os adultos não sabem é que atitudes assim são extremamente nocivas e podem gerar dívidas – ou problemas ainda mais graves – para os filhos quando eles forem mais velhos.

Um estudo relacionou o autocontrole – característica que permite o gerenciamento dos impulsos – aos problemas financeiros, como dívidas enormes, pagamentos atrasados ou não realizados e altas faturas de cartão de crédito. Entretanto, só o autocontrole é capaz de tornar uma criança automaticamente bem-sucedida financeiramente? Um grupo de pesquisadores liderado pelo psicólogo da Universidade Duke, Terrie Moffitt, estudou mil crianças da Nova Zelândia do nascimento aos 32 anos. Neste período, foi analisado principalmente o comportamento: a reação após uma frustração, a facilidade para distração, entre outros aspectos. Quando essas crianças se tornaram adultas, observou-se que aquelas que tinham um baixo nível de autocontrole quando eram mais novas apresentavam mais problemas de saúde, tinham mais chances de se tornarem pais solteiros, já tinham ficha criminal e, além de tudo isso, acumulavam muitos problemas financeiros.

LEIA MAIS: 10 apps para entreter seus filhos durante uma longa viagem de carro

Portanto, é claro que o autocontrole ajuda as crianças a não terem problemas no futuro, principalmente com dinheiro. E há algumas lições importantes que devem ser passadas aos pequenos, além do simples fato de dizer “não”.

Veja na galeria de fotos 3 lições extremamente importantes sobre dinheiro que você deve ensinar aos seus filhos:

  • Não entre em uma loja sem um plano de jogo. Se você estiver comprando algo específico – como o jantar, em um supermercado, ou uma peça de roupa, em um shopping -, deixe claro para os seus filhos quais são os objetivos antes de entrar nas lojas. Se ele pedir alguma coisa, lembre-o da sua real missão. Além disso, motive-o falando coisas como: “Nós estamos aqui para comprar ovos e leite. Vamos cronometrar e ver o quão rápido podemos fazer isso!”.

  • Se o seu filho quer comprar algo, dê permissão, mas desde que seja com o seu próprio dinheiro. Há grande chance de a criança desistir quando perceber que aquilo não era tão importante a ponto de ela ter que usar o seu cofrinho.

  • Empodere seu filho para que ele alcance suas próprias metas. Se ele realmente quiser algo, ajude-o a descobrir o quanto ele precisa juntar para comprar aquilo com seu próprio dinheiro, e depois desenvolva um plano de como ele pode conseguir chegar lá (mesada, trabalhos avulsos, dinheiro de aniversário, entre outros). E, quando ele quiser comprar outra coisa, lembre-o do seu objetivo principal.

Não entre em uma loja sem um plano de jogo. Se você estiver comprando algo específico – como o jantar, em um supermercado, ou uma peça de roupa, em um shopping -, deixe claro para os seus filhos quais são os objetivos antes de entrar nas lojas. Se ele pedir alguma coisa, lembre-o da sua real missão. Além disso, motive-o falando coisas como: “Nós estamos aqui para comprar ovos e leite. Vamos cronometrar e ver o quão rápido podemos fazer isso!”.

Comentários
Topo