Negócios

Como startups e empreendedores podem ser mais bem-sucedidos

O ano começou com mais empreendedores do que nunca procurando por fundos estratégicos para ajudar a levar suas startups para o próximo nível. Jeff Leventhal, co-fundador e CEO da empresa WorkRails e parceiro da BoldStart Ventures, acredita que eles podem fazer muito mais para arrecadar uma quantia maior de dinheiro. “Os empreendedores devem procurar por três coisas junto a seus investidores: capital, convicção e contatos”, diz Leventhal.

Com um histórico de cinco companhias bem-sucedidas, Leventhal arrecadou mais de US$ 75 milhões em capital de risco. Foi investidor, conselheiro e consultor em 20 startups de tecnologia, e possui parcerias ativas em várias empresas de capital de risco.

VEJA TAMBÉM: Microsoft continuará investindo mais de US$ 1 bi por ano em segurança digital

Veja na galeria de fotos 10 dicas para startups e empreendedores serem mais bem-sucedidos:

  • Combine os negócios

    Primeiramente, veja se os negócios combinam. Se você está arrecadando recursos para desenvolver um software, por exemplo, não converse com empresas de capital de risco que investem em biotecnologia. Pesquise sobre as empresas nas quais você pode ter alguma entrada e confirme o interesse delas na sua área de atuação.

  • Alivie os riscos do trabalho em equipe

    Esteja preparado para provar que o seu time é o melhor para aproveitar a oportunidade que está sendo oferecida. Equipes que trabalharam juntas no passado são uma aposta melhor do que novos times. Este é apenas um dos milhares de riscos que os investidores levam em consideração. Trabalhar com ex-integrantes também mostra que você foi um bom colega no passado.

  • Viva o problema

    Para as primeiras rodadas de investimento, é reconfortante ver empreendedores que “viveram” o problema até que ele fosse resolvido. Eles provavelmente identificaram algumas variações para criar a solução e também exploraram o mercado para chegar até ela.

  • Encontre parceiros

    Muitas empresas de capital de risco empregam “cold callers”, funcionários que ligam para uma lista de potenciais clientes que não conhecem em busca de oportunidades. Esta é uma maneira de chegar até os investidores, mas o melhor jeito é por meio de um parceiro que esteja empolgado com o seu trabalho. As conversas com parceiros podem ajudar os empreendedores a fazerem ajustes rápidos e eficientes.

  • Fale a mesma língua

    Certifique-se de que você entende como o sucesso é medido na sua área e para o seu produto. As empresas de capital de risco sabem – e muito bem – e se você está propondo um investimento em uma desenvolvedora de software, por exemplo, é melhor você saber o que é CAC, MRR, LTV e todas as outras 20 métricas dessa indústria. Além disso, você deve entender como essas métricas se adequam ao seu modelo financeiro.

  • O crescimento projetado deve fazer sentido e ser defensável

    Raramente você vai registrar uma receita de US$ 40 milhões e lucro de US$ 23 milhões no terceiro ano. Se você tiver sorte o suficiente para criar um produto com uma imensa demanda, será necessário tempo para montar uma equipe, produzir e atender o mercado. Você precisa de pessoas, lugares e clientes – e tudo isso quase nunca se torna realidade em apenas três anos.

  • Química

    Existem muitas empresas de capital de risco para se conhecer. Ter uma boa química com a escolhida e, principalmente, com as pessoas que serão os seus parceiros é fundamental, ainda mais nos momentos em que as coisas fugirem do planejado – e isso vai acontecer.

  • Entenda a dinâmica dos fundos de investimento de risco

    Você sabe como as empresas de capital de risco fazem dinheiro, como os parceiros são recompensados etc? Entender como o seu negócio vai impactar a performance do seu investidor é importante. Se a sua empresa não consegue gerar retorno para ele, ela também não terá sucesso.

  • Close-up of touchpad with graphics on the table with people in the background

  • 10. A ideia de que é possível contratar bons funcionários tratando-os como lixo, submetendo-os a formulários online e, posteriormente, usando um algoritmo ou uma palavra-chave para procurar currículos. Este sistema faz com que a empresa perca talentos.

    É um novo momento no mercado de trabalho. E pessoas capazes são desejadas, mas apenas se elas souberem o seu valor. É hora de se perguntar: será que meu trabalho atual me merece?

Combine os negócios

Primeiramente, veja se os negócios combinam. Se você está arrecadando recursos para desenvolver um software, por exemplo, não converse com empresas de capital de risco que investem em biotecnologia. Pesquise sobre as empresas nas quais você pode ter alguma entrada e confirme o interesse delas na sua área de atuação.

Comentários
Topo