Negócios

Patrimônio de cada um dos fundadores do Snap chega a US$ 4 bi

Evan Spiegel e Bobby Murphy

Fortuna de Evan Spiegel e Bobby Murphy, um dos bilionários mais jovens do mundo, cresce com intenção de IPO do Snapchat (Reprodução/FORBES)

A popularidade do aplicativo de fotos “bobinhas” que desaparecem rapidamente está se convertendo em dinheiro para os dois meninos que criaram o Snapchat. Os cofundadores Evan Spiegel e Bobby Murphy têm, cada um, 22,4% das ações da startup Snap Inc. (antes Snapchat), de acordo com os documentos regulatórios apresentados ontem (02/02) para anunciar os planos da companhia de abrir seu capital. Com o valor atual da empresa privada em US$ 18 bilhões, FORBES estima que Spiegel e Murphy tenham, atualmente, aproximadamente US$ 4 bilhões cada.

As participações de Spiegel e Murphy são baseadas na contagem das ações da empresa em 31 de dezembro de 2016, e não incluem as restricted stock units (RSU) e nem as opções que poderiam ser adquiridas antes da oferta pública. Um porta-voz do Snap se recusou a comentar sobre o patrimônio dos fundadores.

LEIA MAIS: Snapchat pretende levantar US$ 4 bilhões em IPO

De acordo com o material divulgado, Spiegel terá mais 3% das ações da companhia na forma de RSUs, que serão adquiridas imediatamente após a conclusão da oferta pública. O bônus foi aprovado pelo conselho de diretores e tem como objetivo “motivar o jovem a continuar avançando” sentido ao IPO.

Se o objetivo financeiro for alcançado com a oferta pública – entre US$ 20 bilhões e US$ 25 bilhões -, Spiegel e Murphy podem obter um aumento significativo em suas fortunas. Depois de conseguir seu bônus de 3%, Spiegel terá, no total, 25,4% do Snap, e o valor de suas ações ficariam em torno de US$ 6,35 bilhões caso a companhia atinja os US$ 25 bilhões.

LEIA TAMBÉM: 25 próximas startups bilionárias para 2017

FORBES já havia estimado, anteriormente, que Spiegel teria 12% e Murphy 10% da empresa. Spiegel, que tem 26 anos, foi, por dois anos consecutivos, o bilionário mais novo na lista dos 400 mais ricos de 2016 de FORBES, com uma fortuna estimada em US$ 2,1 bilhões. Aos 28 anos, Murphy também apareceu no ranking, com US$ 1,8 bilhão.

Cada um deles tem 44,3% do controle dos votos no Snap devido a uma composição especial na carteira de ações da companhia. Os papéis da empresa são divididos em três classes: Classe A (sem direito de voto), CLasse B (com direito a um voto) e Classe C (com direito a dez votos). Spiegel e Murphy detém 100% das ações Classe C, o que lhes garante a maioria dos votos pré-IPO. A documentação divulgada não esclareceu como seria o direito de voto depois da oferta pública.

E TAMBÉM: Irmãos fundam startup e se tornam os bilionários mais novos do mundo

Siegel era o self-made man bilionário mais novo do mundo antes de o confundador da Stripe, John Collinson, entrar para o ranking. Dois meses mais novo do que o colega, Collinson se juntou ao grupo em novembro de 2016, ao lado do irmão Patrick Collinson, quando sua companhia atingiu o valor de mercado de US$ 9,2 bilhões. Os cofundadores do Snapchat e da Stripe são os únicos self-made man bilionários abaixo dos 30 anos.

Comentários
Topo