Negócios

Indústria de single malt atinge a marca de £ 1 bilhão em exportação em 2016

Apesar das incertezas do impacto do Brexit no Reino Unido, uma indústria se sobressai e celebra: a do scotch. O segmento de single malt scotch bateu o recorde de exportações em 2016 ao superar a meta de £ 1 bilhão (US$ 1,25 bilhão) pela primeira vez. O marco deve-se ao aumento das vendas no mercado de luxo.

A comercialização para fora da região é fundamental para a indústria, já que 93% da produção é escocesa. Em 2015, as exportações totalizaram £ 914 milhões.

O aumento foi além do mercado de single malts. As exportações de uísque, incluindo blends, alcançou quase £ 4 bilhões após três anos consecutivos de queda – desde 2012, quando o ápice foi de £ 4,27 bilhões, até 2015, quando faturou £ 3,85 bilhões.

Apesar do mercado de single malt ser responsável por 25% do total das exportações, ele ocupa apenas 10% de toda a produção de uísque.
LEIA MAIS: Famoso empório londrino de uísque retorna a seus dias de glória

Por enquanto, a saída da Inglaterra da União Europeia tem sido boa para o uísque. O valor mais baixo da libra contribuiu para preços mais competitivos e lucros mais altos, aumentando a exportação no segundo semestre de 2016, após o referendo do Brexit no dia 23 de junho.

O mercado norte-americano – o mais lucrativo – foi responsável por grande parte do aumento. Um total de £ 855,6 milhões em vendas de uísque foi registrado no país, um aumento de 14,2% em comparação ao ano anterior.

O mercado francês vem em seguida, com £ 416,2 milhões em vendas. Na sequência, países como Cingapura, Taiwan e Espanha. Cingapura pode parecer uma surpresa, mas o país funciona como centro de distribuição para o sudoeste da Ásia e para a China.

Alguns ganhos significativos também aconteceram em países com alianças comerciais com a indústria britânica. A Índia por exemplo, sempre foi um mercado difícil para a importação de uísque. Porém, destiladoras indianas começaram a comprar o produto, o que fez com que as exportações atingissem a marca de £ 96 milhões, um aumento considerável na comparação com os £ 85 milhões do ano anterior. No Japão, o scotch teve um aumento nas vendas de 8,4% e atingiu £ 82,2 milhões, enquanto as exportações totais da Escócia para o país do sol nascente chegaram a £ 100 milhões.

A Polônia, Letônia e Austrália também mostraram aumentos significativos de 10% comparados a 2015.

Comentários
Topo