Negócios

Ações da Netshoes caem após abertura de capital em Nova York

Reprodução

Papéis da empresa de comércio eletrônico apresentaram uma queda de 6,67% em relação aos US$ 18 da oferta inicial (Reprodução)

A empresa de comércio eletrônico Netshoes realizou uma Oferta Pública de Ações (IPO, a sigla em inglês) na Bolsa de Valores de Nova York nesta quarta-feira (12). O fundador e presidente da companhia, Marcio Kumruian, tocou a tradicional sirene de abertura dos negócios do pregão, que também deu início à negociação dos papéis da empresa. No entanto, as ações caíram após a oferta inicial de US$ 18. Às 16h50, os papeis eram cotados a US$ 16,13, queda de 10,39%.

LEIA MAIS: Como a Netshoes transformou-se em um fenômeno do e-commerce brasileiro

A companhia fez a oferta de 8,25 milhões de ações ordinárias, que resultaram em uma captação de US$ 148,5 milhões. A projeção da Netshoes era captar US$ 100 milhões, de acordo com o documento de pedido de abertura de capital feita à Securities Exchange Comission (SEC), que regula o mercado acionário nos Estados Unidos. A empresa brasileira também informou ao órgão regulador norte-americano que teve uma alta de 18,9% de clientes ativos no ano passado, fechando em 5,6 milhões de consumidores, além de uma elevação de 20,8% do número de compras realizadas em sua plataforma online.

A companhia fez uma oferta de 8,25 milhões de ações ordinárias e captou US$ 148,5 milhões

Em 2016, no entanto, a Netshoes fechou no vermelho, com prejuízo de R$ 151,9 milhões, piorr que o resultado negativo de R$ 99,5 milhões, em 2015. O Ebtida, que representa o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, foi negativo em R$ 43,9 milhões, em 2016. Em relação às vendas, o Netshoes apresentou uma alta de 15,5% na comparação com 2015, somando R$ 1,7 bilhão em receitas.

O objetivo do IPO nos Estados Unidos é financiar a expansão internacional da Netshoes e a diversificação dos seus negócios. A empresa de comércio eletrônico já está presente na Argentina e no México, embora 89,4% da receita seja proveniente das vendas no Brasil. Além disso, os recursos do IPO também serão utilizados para a expansão da loja virtual de produtos de moda Zattini, lançada em 2014.

VEJA TAMBÉM: E-commerce brasileiro tem receita de R$ 5,2 milhões só com cultura pop

Também pesou a abertura de capital na Bolsa de Nova York a possibilidade de comparação com outras companhias de comércio eletrônico listadas no mercado acionário norte-americano, facilitando o cálculo de seu valor de mercado. Na BM&FBovespa, não há companhias listadas com o mesmo foco da Netshoes: venda de produtos esportivos.

Azul também fez IPO

A companhia aérea Azul foi a outra empresa brasileira a realizar abertura de capital nesta semana, movimentando R$ 2 bilhões com a transação. O IPO foi realizado tanto na BM&FBovespa como na Bolsa de Nova York, o primeiro de dupla listagem desde a abertura de capital do Santander Brasil, em 2009. Também foi o maior IPO desde o BB Seguridade em 2013.

Comentários
Topo