Negócios

5 conselhos de um millennial que faturou US$ 500.000 sem ter cursado uma universidade

Reprodução/Forbes

Só no primeiro trimestre deste ano, o negócio de Jamal e Natasha Miller registrou uma receita de US$ 500.000 (Reprodução/Forbes)

A maioria das pessoas, quando ouve o termo “blogueiro”, imagina logo um adolescente sentado no porão da casa dos pais, digitando e causando problemas na internet. Mas os tempos mudaram, e a rede mundial de computadores fez muitos milionários que, por meio dela, aumentam a receita ao divulgar seus empreendimentos.

VEJA TAMBÉM: Millennial de 23 anos cria o primeiro “hackathon” a 12 mil metros do chão

Seu blogueiro preferido pode até ser popular, mas ele é rentável? Não se deixe enganar por um social media em alta, que aparece em todos os canais, se autodenomina um “influencer” e consta nas matérias sobre o tema de grandes publicações na internet. Isso nem sempre é sinônimo de lucro – muitas vezes, pode ser apenas um hobby caro.

Então, o que é necessário para ser um empreendedor de sucesso ao utilizar a internet na divulgação do seu negócio? É preciso, em primeiro lugar, ter um plano baseado em pessoas que, realmente, estão onde você quer estar.

LEIA MAIS: Conheça dois millennials que largaram a faculdade para criar a marca de relógios que mais cresce no mundo

Aqui está a verdade nua e crua: a idade não importa e o nível de educação é irrelevante. Isso te deixa com duas escolhas: agir ou inventar desculpas. Basicamente, você não tem motivos capazes de impedir a criação de um empreendimento de sucesso, pois os guardiões do sucesso caíram. Armado com uma conexão de internet e desejo de vitória, você terá todos os recursos que precisa para traçar seu caminho até o lucro.

O casal de millennials Jamal e Natasha Miller, do MarriedAndYoung.com, uma comunidade criada para estabelecer uma base sólida de casamentos religiosos a partir de textos e experiências, alcançou o sucesso indo de blogueiros a empreendedores em apenas um ano, desde que definiram como foco o lucro em vez da popularidade. Só no primeiro trimestre deste ano, seu negócio registrou uma receita de US$ 500.000. Natasha lidera, ainda, o programa trimestral de mentoria e um retiro anual para seus integrantes. O empreendedor prova que você não precisa de uma educação formal para fazer negócios. Entretanto, diz que é preciso ter um plano para explorar a riqueza do sucesso aproveitado por muitos empreendedores da internet.

LEIA TAMBÉM: 3 qualidades que os millennials devem ter para ser contratados

Veja, a seguir, as dicas que Jamal diz que o ajudaram a ter escala e a crescer – e que não estão diretamente relacionadas a um MBA:

1. Identifique coaches que te ajudem a identificar fragilidades e oportunidades de crescimento;

2. Aprenda como perguntar aos seus consumidores as questões corretas. A ideia é resolver os seus problemas encontrando soluções exatas, que não desperdicem tempo em tentativas. Esse processo é conhecido como Ask Method (método de pergunta) e foi criado por Ryan Levesque;

3. Contrate uma equipe que permita que você execute só as coisas que apenas você pode fazer;

4. Contrate especialistas ou consultores externos para otimizar os fluxos mais rentáveis, de forma a torná-los ainda mais lucrativos;

5. Invista no conhecimento do seu negócio. Isso permitirá que você tome decisões mais sábias para fazer sua empresa crescer.

VEJA MAIS: Mais de um terço dos millennials possuem empregos secundários, diz pesquisa

Exatamente agora, Jamal está se preparando para apresentar os passos e as decisões que tomou para maximizar sua receita em US$ 500.000 em um trimestre na popular conferência Traffic Sales and Profit Live, comandada por um de seus coaches, Lamar Tyler.

Tyler também oferece alguns conselhos para novos empreendedores, que ainda não se familiarizaram com o uso da internet, para divulgar seus negócios. “Perceba que você não tem propriedade ou controle sobre as plataformas sociais das quais participa. Então, tenha uma estratégia clara para atrair fãs ao seu site, consiga informações sobre eles (por email ou SMS) e, depois, se empenhe em persuadir seus consumidores”, diz, referindo-se ao uso do marketing digital para atrair negócios.

E MAIS: 6 lições que os millennials podem aprender com Albert Einstein

No que diz respeito a aumentar e maximizar as vendas em seus estágios iniciais, o especialista diz: “Trabalhe para descobrir os problemas que seus seguidores estão enfrentando e, então, crie produtos e serviços capazes de resolvê-los. Você também precisa se empenhar para se tornar melhor em vendas e marketing, pois não importa o quão incrível seja o seu produto ou serviço, se ninguém o está comprando”.

Se você está se perguntando como fazer o mesmo que Jamal, pare de dar voltas sem sair do lugar e entre na corrida da liberdade financeira, tenha atitude e use os recursos disponíveis.

Comentários
Topo