Negócios

Farmacêuticas fazem fusão para crescer em dermocosméticos

iStock

Nova empresa é resultado da união entre a Farmoquímica, controlada pela argentina Roemmers, e Divcom, com sede em Recife (iStock)

O mercado farmacêutico tem um novo player, resultado da fusão entre a Farmoquímica, controlada pela empresa argentina Roemmers, e a Divcom, com sede em Recife. As negociações foram encerradas nesta terça-feira (09), e a empresa chega com uma receita estimada em R$ 1,2 bilhão. O acordo estabeleceu uma troca de ações: a Farmoquímica ficou com o controle de 80% da nova empresa, enquanto a Divcom ficou com os 20% restantes. O objetivo da transação é reforçar o posicionamento da Farmoquímica em dermocosméticos, mercado em franco crescimento nos últimos anos.

LEIA MAIS: Companhia farmacêutica aposta em tratamentos alternativos e lucra US$ 15 bi

A Farmoquímica é uma das maiores empresas farmacêuticas do Brasil, cujo carro-chefe é o xarope pediátrico Abrilar. Já a Divcom está presente no mercado de medicamentos destinados às classes mais populares, sendo o Imecap, para tratamento capilar, o fármaco mais conhecido da companhia.

Comentários
Topo