Negócios

Google revela que a participação do iOS no mercado é maior do que se imaginava

iStock

O sistema operacional da Apple em dispositivos realmente em uso chega a 33% (iStock)

Nos Estados Unidos, celulares com os sistemas operacionais Android, do Google, e iOS, da Apple, normalmente dividem o mercado de maneira equilibrada. Em nível global, no entanto, essa proporção não é nada justa: ao que tudo indica, a ferramenta do gigante de buscas está entre 80% e 90% dos telefones celulares, levando muita gente a concluir que a guerra na plataforma mobile é uma continuação da que ocorreu entre os sistemas Windows e MacOS.

VEJA TAMBÉM: Apple é a primeira empresa da história a valer US$ 800 bilhões

Essa constatação vem das estatísticas de vendas do iOS. O vice-presidente do Google, Dave Burke, disse que a empresa, na realidade, deve ter atualmente menos de 66% de participação no mercado global. A diferença crucial: os números de venda contra o número de utilização real. Burke escreveu que o Google estava celebrando um marco mais importante. “Existem, hoje, 2 bilhões de dispositivos Androids ativos em todo o mundo”, ele escreveu. “Este é um número extraordinário – e é o maior alcance de qualquer plataforma deste tipo.”

A guerra na plataforma mobile é uma continuação da que ocorreu entre os sistemas Windows e MacOS

Realmente o número é impressionante. Um pouco menos – mas ainda impressionante – é que, há mais de um ano, a Apple anunciou que existiam mais de 1 bilhão de dispositivos iOS realmente em uso. Desde esse anúncio, em janeiro de 2016, a companhia vendeu mais de 260 milhões de iPhones, de acordo com os valores divulgados publicamente. Os iPads também utilizam iOS, o que aumentaria ainda mais esse número.

Adicione aos 2 bilhões de dispositivos Android que o Google anunciou agora 1 bilhão de dispositivos mobile iOS anunciados 15 meses atrás – ignorando os quase 300 milhões de dispositivos iOS da Apple vendidos desde então – e a empresa criada por Steve Jobs terá um terço dos dispositivos mobile em operação atualmente. Apenas 4% dos novos smartphones ao redor do mundo utilizam outro sistema operacional.

VEJA MAIS: Instagram chega a 1 bilhão de downloads em dispositivos Android

Se as estatísticas de venda geralmente aceitas sugerem de 10% a 20% de participação do iOS no mercado global de dispositivos, as estatísticas de uso sugerem 33%.

Portanto, significa que a participação do iOS é de 65% a 230% maior, em comparação ao Android, do que todo mundo imaginava ao longo dos últimos anos ao utilizar como parâmetro apenas os números de vendas. Some a isso os 300 milhões de novos dispositivos iOS que a Apple não contabilizou e os números seriam ainda maiores.

E MAIS: Celular de luxo com sistema Android está à venda por US$ 14 mil

Uma possível razão para essa discrepância é que o hardware do iOS tende a ter uma qualidade superior ao do Android. A Apple faz o iPhone com altos padrões e, embora muitos fabricantes já produzam celulares Androids Premium de um nível de qualidade semelhante ou até maior, ainda existem aparelhos baratos, especialmente os comercializados nos mercados emergentes – o que tende a diminuir a média.

E eles não são apenas aparelhos antigos com softwares desatualizados. 80% dos dispositivos mobile da Apple estão sendo executados na última ou nas mais recentes versões do iOS.

LEIA TAMBÉM: iPhone 8 Vazamento de informações da Apple dá pistas sobre iPhone 8

Em resumo, o Android, do Google, claramente ainda é o sistema operacional dominante no mundo quando a métrica é o número de dispositivos. Mas a participação do iOS, da Apple, em termos de dispositivos realmente em uso é muito maior do que se acreditava.

Comentários
Topo