Cade propõe aprovação de fusão Kroton-Estácio com condições

iStock
Conselheira do órgão regulador rejeitou os termos propostos por empresas (iStock)

A conselheira do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) Cristiane Alkmin, relatora do caso de compra da Estácio pela Kroton, votou a favor da aprovação da operação, mediante condições listadas por ela, que não são as mesmas de uma tentativa de acordo apresentado na véspera pelas empresas.

LEIA TAMBÉM: Cade assina acordo para fim da exclusividade entre Elo e Cielo

No início de seu voto, a conselheira disse que na terça-feira (27) as empresas apresentaram uma proposta de acordo, que não foi aceito por ela.

Entre as propostas de medidas cobradas pela relatora está a alienação da marca Anhanguera, com um conjunto de ativos que totalizam 258 mil alunos, além da alienação dos ativos completos da Uniderp.

(Com Reuters)

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).