Negócios

Embraer assina acordos para venda de até 50 jatos durante Paris Airshow

Divulgação

Embraer assinou um termo de compromisso com outro ‘cliente não divulgado’ para a venda de 20 jatos E190-E2 (Divulgação)

A Embraer firmou, durante o Paris Airshow, acordos com diferentes participantes do mercado de aviação para venda de até 50 jatos, informou a fabricante em comunicados nesta terça-feira (20).

LEIA MAIS: Subsidiárias da Embraer assinam parceria com Thales para soluções em controle de tráfego aéreo

Entre eles, a Embraer assinou com a Fuji Dream Airlines um acordo de valor estimado em US$ 274 milhões, que inclui pedido firme de três aeronaves E175 e direitos de compra para mais três jatos do mesmo modelo.

Separadamente, a Embraer anunciou pedido firme da KLM CityHopper, subsidiária regional da aérea holandesa, para dois jatos E190, com entrega prevista para 2018 e preço de lista de US$ 101 milhões.

A fabricante brasileira ainda recebeu de “cliente não divulgado” pedido firme para 10 jatos E195-E2 e direitos de compra para 10 aeronaves E190-E2. Em comunicado, a Embraer esclarece que a encomenda firme tem valor estimado em US$ 666 milhões e será incluída na carteira de pedidos do segundo trimestre de 2017.

A Embraer também confirmou a assinatura de um acordo com a Japan Airlines para um pedido firme de um E190 adicional, ao mesmo tempo em que celebra um ano do início das operações do E190 no Japão.

VEJA MAIS: Embraer está perto de assinar contrato para venda de cargueiro KC-390 a Portugal

Paralelamente, a empresa assinou um termo de compromisso com outro ‘cliente não divulgado’ para 20 jatos E190-E2, no valor de US$ 1,182 bilhão, mas o contrato está sujeito à documentação final pelo cliente.

Mais cedo, a Embraer havia comunicado um pedido firme da companhia aérea bielorussa Belavia para dois jatos da geração atual de E-Jets (um E175 e outro E195), no valor de US$ 99,1 milhões de dólares, com entrega em 2018.

(Com Reuters)

Comentários
Topo