Negócios

Justiça inocenta presidente do Bradesco em processo da Zelotes

Getty Images

Luiz Carlos Trabuco (Getty Images)

As ações do Bradesco subiam nesta quarta-feira (14/06) após o banco ter informado mais cedo que seu-presidente executivo, Luiz Carlos Trabuco, não corre mais o risco de ser incriminado como consequência da operação Zelotes.

LEIA TAMBÉM: Lucro do Bradesco recua a R$ 3,59 bi no 4º tri

De acordo com o comunicado ao mercado, a quarta turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região decidiu por unanimidade na véspera pelo trancamento da ação penal em relação a Trabuco “por falta de justa causa, nos termos do voto do relator”.

Na prática, isso significa que Trabuco não pode mais ser incriminado neste processo.

LEIA MAIS: Para Bradesco, inadimplência só cai a partir de 2018

Após o anúncio, as ações do Bradesco subiam forte na bolsa paulista e figuravam entre as líderes de alta do Ibovespa. Por volta das 15h, a ação PN do banco avançava 3,9%, enquanto o índice tinha ganho de 0,46%.

A operação Zelotes, da Polícia Federal, investigava esquema que repassava propinas para a compra de decisões no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf).

(Com Reuters)

Comentários
Topo