Negócios

Raízen oferece R$ 823 mi para comprar usinas de Santa Cândida e Paraíso, da Tonon

Reprodução

Reprodução

A Raízen Energia, joint venture da Cosan e da Shell, informou que apresentou nesta terça-feira (13/06) proposta vinculante de R$ 823 milhões para comprar as usinas de Santa Cândida e Paraíso, da Tonon Bioenergia, que está em recuperação judicial.

Maior produtora de açúcar e etanol do Brasil, a Raízen já tinha 24 unidades de produção de açúcar, etanol e bioenergia.

Caso o negócio seja concretizado, marcará uma retomada da expansão por aquisições do grupo Cosan no setor sucroalcooleiro após um período de consolidação dos negócios de açúcar e etanol.

VEJA TAMBÉM: Compra da britânica Punch Taverns pela Heineken afeta concorrência em 33 locais

A unidade Santa Cândida possui capacidade de moagem de cana-de-açúcar de aproximadamente 3,2 milhões de toneladas por safra. A usina tem capacidade de produção de 123 milhões de litros de etanol ao ano e de 221 mil toneladas de açúcar, segundo informação do website da Tonon.

A Paraíso tem capacidade de moagem de 2,5 milhões de toneladas por safra e pode produzir 91 milhões de litros de etanol por safra, assim como 140 mil toneladas de açúcar.

Segundo nota da Raízen, as usinas Santa Cândida e Paraíso serão organizadas sob a forma de Unidade Produtiva Isolada (UPI Tonon), sendo que a alienação será feita em leilão judicial, na modalidade de propostas fechadas.

LEIA MAIS: Vigor é oferecida a Danone, Lactalis e Lala, dizem fontes

“Ressaltamos que não existe, até o momento, qualquer resultado concreto do processo competitivo nem prazo previsto para a conclusão do mesmo”, afirmou a Raízen.

A empresa disse ainda que, caso sua proposta seja vencedora do leilão judicial, a assinatura dos documentos definitivos relacionados à aquisição da UPI Tonon estará sujeita ao cumprimento de determinadas condições precedentes.

(Por Roberto Samora e Aluísio Alves)

Comentários
Topo