Negócios

Vendas de óculos de realidade virtual da Sony ultrapassam 1 milhão de unidades

iStock

Vendas do óculos PlayStation VR, lançado em outubro, superaram as expectativas da Sony (iStock)

A Sony vendeu mais de um milhão de unidades do seu óculos de realidade virtual (VR, na sigla em inglês) globalmente, disse o chefe da unidade de jogos para Ásia nesta quarta-feira (07), em um momento no qual a empresa japonesa vale-se de um preço relativamente baixo para impulsionar o incipiente produto.

LEIA MAIS: Como a realidade virtual pode revolucionar o mercado imobiliário

As vendas do óculos PlayStation VR, lançado em outubro, “superaram nossas expectativas”, disse em entrevista Atsushi Morita, presidente da Sony Interactive Entertainment Japan Asia. “Estamos aumentando a produção e problemas de oferta devem ser resolvidos”, disse ele à Reuters.

O impulso nas vendas respalda a visão dos analistas de que a Sony está em uma boa posição para construir uma liderança adiantada na corrida de dispositivos de alta tecnologia de VR, com seu preço mais modesto e os quase 60 milhões de usuários de seu console principal, o PlayStation 4.

O aparelho, desenvolvido para funcionar com o PlayStation 4 em vez de exigir novos equipamentos, é vendido por US$ 399 (R$ 980), mais barato que os US$ 599 (R$ 1.964) do Oculus Rift, do Facebook, e dos US$ 799 (R$ 2.620) do Vive, da HTC.

VEJA TAMBÉM: Facebook sofre processo de US$ 2 bi por suposto roubo de tecnologia de realidade virtual

Segundo a empresa de pesquisas IDC, cerca de 2 milhões de óculos de realidade virtual foram vendidos no mundo nos primeiros três meses de 2017. Excluindo tais dispositivos para smartphones, a Sony ficou no topo, com 429 mil unidades.

(Por Makiko Yamazaki e Yoshiyasu Shida)

Comentários
Topo