Negócios

Ações do Carrefour caem mais de 2% na bolsa de Paris após IPO no Brasil

iStock

As ações ofertadas começam a ser negociadas em 20 de julho (iStock)

As ações do grupo varejista francês Carrefour recuavam mais de 2% na bolsa de Paris nesta quarta-feira (19), após a oferta pública inicial de ações (IPO, em inglês) das operações no Brasil ter sido precificada no piso da faixa indicativa entre R$ 15 e R$ 19.

LEIA MAIS: IPO do Carrefour no Brasil pode movimentar até R$ 5,6 bi

Apesar disso, a operação movimentou R$ 5,125 bilhões, considerando os lotes primário (ações novas) e secundário (papéis detidos por sócios), o que configura o maior IPO no Brasil em quatro anos.

As ações ofertadas começam a ser negociadas em 20 de julho.

A consultoria Raymond James cortou em ‎€ 1 o preço-alvo das ações da varejista francesa em Paris, para ‎€ 25, reiterando a recomendação “outperform”.

Para o UBS, a avaliação das operações do Carrefour Brasil ficou abaixo do número que a maioria dos investidores considerava em seus modelos.

O banco suíço ainda disse que o novo presidente-executivo do grupo Carrefour, Alexandre Bompard, que assumiu na terça-feira (18), deve focar em recuperar a competitividade de preços na França.

VEJA TAMBÉM: Carrefour confirma Alexandre Bompard para presidente de conselho e CEO

Já a Raymond James informou que vai monitorar os primeiros anúncios e decisões de Bompard como presidente-executivo quando o grupo divulgar os resultados do primeiro semestre de 2017, em 30 de agosto.

Em 6 de julho, o diretor financeiro do Carrefour não confirmou em teleconferência com analistas o consenso de mercado para o lucro antes de juros e impostos (Ebit) da varejista em 2017, de‎ € 2,49 bilhões, gerando preocupações em relação à perspectiva de lucro.

Comentários
Topo