Negócios

As empresas por trás dos times de futebol mais valiosos do mundo

Os times de futebol mais valiosos do mundo podem ser um excelente negócio para as marcas graças à popularidade e ao fanatismo dos torcedores – ao estampar a parte da frente das camisas dos jogadores, o patrocinador master ganha uma super exposição e tem seu nome associado a uma equipe vitoriosa.

VEJA TAMBÉM: 20 times de futebol mais valiosos do mundo

O contrário também é verdade: estabelecer contratos milionários de patrocínios é fator decisivo para levar os times ao topo da lista FORBES de clubes mais valiosos do mundo. Os 20 primeiros colocados deste ano valem, em média, US$ 1,48 bilhão, 3% a mais do que no ano passado.

Esta análise leva em conta, portanto, a característica empresarial e marqueteira dos times, ou seja, quem administra melhor as finanças e promove de forma mais eficiente a marca de modo a conseguir um lucro maior.

Veja na galeria de fotos quais são as empresas por trás dos times de futebol mais valiosos do mundo:

  • General Motors e Manchester United
    Posição do time no ranking dos mais valiosos:

    A exposição frontal da marca General Motors na camisa do Manchester United, time mais valioso do mundo, rende ‎€ 54,4 milhões anualmente, segundo informações da agência de comunicação Seven PR (alguns veículos internacionais divergem quanto ao valor, especulando que poderia chegar a € 71 milhões). Dessa forma, a GM passa a ser considerada uma das principais empresas do mundo a investir no futebol. Ao oferecer o dobro do valor pago pela empresa anterior, a GM desbancou a seguradora AON como patrocinadora master do time em 2012.

  • Rakuten e Barcelona
    Posição do time no ranking dos mais valiosos:

    Com a assinatura do maior contrato fixo da temporada 2017/2018, a Rakuten – empresa japonesa de comércio eletrônico – desbancou a Qatar Airways, antiga patrocinadora do clube, com oferta de ‎€ 55 milhões ao ano, quase ‎€ 20 milhões a mais do que o contrato anterior. Especula-se que outras grandes empresas, como a Amazon e a Alibaba, tenham sido rejeitadas em prol da Rakuten.

  • Emirates e Real Madrid
    Posição do time no ranking dos mais valiosos:

    A Emirates, também patrocinadora do Milan, do Arsenal e do Paris Saint Germain, tem com o Real Madrid o maior de seus contratos, de ‎€ 40 milhões anuais. A companhia aérea tem no patrocínio esportivo o pilar de sua comunicação – foi parceira da FIFA de 2004 a 2016; dá nome ao estádio do Arsenal; patrocinou os torneios de tênis US Open e Roland-Garros, além de dezenas de torneios de golfe; e fechou contratos para as Copas do Mundo de Rugby de 2015 e 2019.

  • T-Mobile e Bayern Munich
    Posição do time no ranking dos mais valiosos:

    Apesar de a T-Mobile estampar a camisa do Bayern Munich, acordo que rende ‎€ 28 milhões anuais ao clube, a empresa alemã de telefones móveis não é seu maior patrocinador. A Adidas, que mais do que patrocinadora é acionista – com cerca de 9% das ações do time -, fechou parceria em que pagará ao time cerca de ‎€ 900 milhões até 2030 (aproximadamente ‎€ 60 milhões por temporada), segundo o portal de notícias esportivas “Torcedores”. Somando as cifras, o time recebe uma média de R$ 296 milhões por ano.

  • Etihad Airways e Manchester City
    Posição do time no ranking dos mais valiosos:

    A companhia aérea nacional dos Emirados Árabes Unidos Etihad Airways é a maior patrocinadora do Manchester City desde 2009 – a parceria fez até com o que estádio do clube recebesse o nome de “Etihad Stadium”. O acordo de 10 anos e £ 400 milhões, conforme reportado no jornal “The Guardian”, reforça a posição do Manchester como time com um poder financeiro sem precedentes.

  • Emirates e Arsenal
    Posição do time no ranking dos mais valiosos:

    Uma das parcerias mais fortes e longas no mundo do esporte, o contrato entre a Emirates e o Arsenal começou em 2004 e acaba de ser estendido até 2019. O acordo, que segundo o website do próprio clube vale £ 150 milhões, determina que o estádio se chame “Emirates Stadium” até 2028 e que a escola de futebol do Arsenal em Dubai seja mantida.

  • Yokohama e Chelsea
    Posição do time no ranking dos mais valiosos:

    A parceria, que começou em 2015 e tem duração prevista de 5 anos, rende ao Chelsea £ 40 milhões anuais, de acordo com o website da fabricante japonesa de pneus.

  • Standard Chartered e Liverpool
    Posição do time no ranking dos mais valiosos:

    Um dos contratos mais lucrativos da Premier League, a parceria entre o Liverpool e o banco britânico Standard Chartered, prevista para durar até 2019, vale £ 30 milhões anuais, de acordo com o jornal “Telegraph”. Ao final deste período, o contrato entre as empresas terá durado quase uma década.

  • Fiat e Juventus
    Posição do time no ranking dos mais valiosos:

    Por meio da marca Jeep, a Fiat renovou seu antigo contrato com a Juventus em seis anos, até a temporada de 2020/2021. O acordo, segundo o portal “SportsPro”, vale ‎€ 17 milhões por temporada, com bônus adicionais baseados em performance. Além disso, a montadora vai fornecer veículos para o clube.

  • AIA e Tottenham Hotspur
    Posição do time no ranking das mais valiosos: 10º

    O acordo original entre a seguradora AIA e o Tottenham Hotspur, de £ 16 milhões ao ano, foi estendido até 2022, de acordo com o jornal londrino “Evening Standard”.

General Motors e Manchester United
Posição do time no ranking dos mais valiosos:

A exposição frontal da marca General Motors na camisa do Manchester United, time mais valioso do mundo, rende ‎€ 54,4 milhões anualmente, segundo informações da agência de comunicação Seven PR (alguns veículos internacionais divergem quanto ao valor, especulando que poderia chegar a € 71 milhões). Dessa forma, a GM passa a ser considerada uma das principais empresas do mundo a investir no futebol. Ao oferecer o dobro do valor pago pela empresa anterior, a GM desbancou a seguradora AON como patrocinadora master do time em 2012.

Comentários
Topo