Negócios

Bilionário chinês vai vender ativos turísticos por US$ 9,3 bi

GettyImages

As ações do Wanda Hotel Development, que controla alguns dos imóveis de Wang, subiram 46% após o anúncio do negócio. (GettyImages)

O Wanda Group, negócio de imóveis e entretenimento comandado pelo bilionário chinês Wang Jianlin, fez uma declaração dizendo que vai vender 76 hotéis e 13 propriedades de turismo para a Sunac China, empresa do mesmo setor, por um total de US$ 9,3 bilhões.

VEJA TAMBÉM: Irmãos Batista vendem Alpargatas por R$ 3,5 bilhões às famílias controladoras do Itaú

A iniciativa vem na sequência das notícias de que o governo chinês estaria investigando as dívidas do Wanda, HNA Group e Fosun Group em conexão com investimentos no exterior nos três últimos anos.

A Sunac vai pagar US$ 4,9 bilhões pelos hotéis. Serão vendidos também 91% das propriedades de turismo do grupo, como parques temáticos, por US$ 4,4 bilhões, além da absorção de dívidas associadas. As propriedades continuarão a operar sob o nome de Wanda, diz o grupo.

O grupo comprador, comandado pelo bilionário dos imóveis Sun Hongbin, também foi prejudicada por ter estabelecido vínculos de investimento com o Leshi, empresa de internet e mídia em dificuldades financeiras.

LEIA MAIS: Cade aprova negociação entre Accor e BHG

A compra e venda de ações da Sunac em Hong Kong foi suspensa no dia do anúncio (10). As ações do Wanda Hotel Development, que controla alguns dos imóveis de Wang, subiram 46%.

De acordo com a declaração, a conclusão da transação é esperada para o fim do mês. As duas partes também colaboram na indústria de filmes. No ano passado, o Wanda adquiriu o estúdio Legendary Entertainment, em Hollywood. Wang controla também a AMC, uma das maiores cadeias de cinema, assim como outros negócios relacionados à indústria.

O bilionário perdeu recentemente seu posto de homem mais rico da China para Jack Ma, do Alibaba Group.

Comentários
Topo