CEO da Telecom Italia deve renunciar até 27 de julho

Getty Images
Saída de Flavio Cattaneo deve ser anunciada até 27 de julho (Getty Images)

O presidente-executivo da Telecom Italia, Flavio Cattaneo, deve renunciar nos próximos dias, após entrar em conflito com o principal acionista, o grupo francês Vivendi, disseram nesta sexta-feira (21) à Reuters seis fontes familiarizadas com o assunto.

LEIA MAIS: Amos Genish, o homem que fez da GVT e da Telefônica Brasil verdadeiros sucessos

Quatro das fontes afirmaram que a saída de Cattaneo deve ser anunciada até 27 de julho, quando a companhia anunciará os resultados do primeiro semestre.

O principal gestor da Vivendi, Amos Genish, deve ser nomeado diretor geral da Telecom Italia, de acordo com as fontes. Genish é, atualmente, executivo-chefe de convergência do grupo francês liderado por Vincent Bollore.

Procuradas, Telecom Italia e Vivendi se recusaram a comentar.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).