Negócios

Fortuna de Zuckerberg tem aumento recorde de US$ 3,5 bilhões

Com apenas 33 anos, Zuckerberg agora tem uma fortuna estimada de US$ 66,4 bilhões. (GettyImages)

As ações do Facebook, que tiveram aumento de quase 40% em seu valor desde o início de 2017, continuam a crescer. A expectativa de fortes ganhos no segundo trimestre, que serão anunciados no final do mês, ajudaram os papéis da empresa a terem a maior alta de todos os tempos na última sexta-feira (14).

VEJA TAMBÉM: Bill Gates e Mark Zuckerberg doaram milhões à escola polêmica

Este aumento inflou mais ainda o patrimônio de Mark Zuckerberg, presidente e CEO do gigante das mídias sociais. O bilionário, que detém 17% das ações em circulação da empresa e a maior parte do poder de voto, tornou-se US$ 3,5 bilhões mais rico nos últimos cinco dias.

Com apenas 33 anos, Zuckerberg agora tem uma fortuna estimada de US$ 66,4 bilhões – uma alta recorde – de acordo com o ranking em tempo real de bilionários FORBES. Ele é a 6ª pessoa mais rica do mundo e a única na casa dos 30 anos a aparecer no Top 50.

Os ganhos da última semana não parecem ter sido consequência de nenhum evento em particular. Na verdade, os investidores do Facebook continuam a expressar confiança na lucratividade, no crescimento em número de usuários e na receita em potencial da realidade virtual – a empresa está planejando introduzir um equipamento mais acessível em 2018.

LEIA MAIS: 5 estratégias de Zuckerberg que podem ajudar sua empresa

Zuckerberg fundou o Facebook em 2004, aos 19 anos, quando era estudante em Harvard. O negócio, que começou como uma pequena plataforma de rede social para as universidades da Ivy League, agora tem mais de 2 bilhões de usuários ativos mensalmente.

Mas ele não foi o único bilionário da tecnologia a ter uma semana lucrativa. O patrimônio de Bill Gates, indivíduo mais rico do mundo, cresceu US$ 900 milhões e chegou a US$ 90 bilhões. Jeff Bezos, fundador da Amazon, também teve um desempenho espetacular – sua fortuna cresceu US$ 1,9 bilhão, para estimados US$ 85,9 bilhões. Ele permanece a segunda pessoa mais rica do mundo.

Comentários
Topo