Negócios

GPA reverte prejuízo e lucra R$ 169 mi no 2º trimestre

A área de multivarejo, que abriga as bandeiras de supermercados Pão de Açúcar e Extra, teve alta de 94,5% (iStock1)

O Grupo Pão de Açúcar (GPA), maior companhia de varejo do país, teve lucro líquido consolidado de R$ 169 milhões no segundo trimestre, ante prejuízo de R$ 583 milhões um ano antes. O resultado foi apoiado pelo desempenho da bandeira de atacarejo Assaí e contabilização de créditos fiscais.

LEIA MAIS: Casino manterá estratégia do GPA após IPO de Carrefour no Brasil

A geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado consolidado do segundo trimestre saltou 73,4% sobre um ano antes, para R$ 967 milhões.

A área de multivarejo, que abriga as bandeiras de supermercados Pão de Açúcar e Extra, teve alta de 94,5% no Ebitda ajustado, a R$ 758 milhões; enquanto a divisão Assaí teve crescimento de 42,7% no período, para R$ 239 milhões.

Segundo o balanço, o GPA registrou no segundo trimestre ganhos tributários decorrentes de ressarcimento de ICMS que tiveram impacto positivo de R$ 447 milhões na margem bruta da divisão multivarejo, que encerrou junho em 34,4% ante 29,3% no mesmo período de 2016.

A empresa previu margem Ebitda de cerca de 5,5% em 2017, “sustentada por expansão da rentabilidade no Assaí e estabilidade no multivarejo” e investimentos de aproximadamente R$ 1,2 bilhão.

Comentários
Topo