Negócios

Heineken vai encerrar parceria com engarrafadoras de Coca-Cola no Brasil

iStock

Heineken informou que encerraria a distribuição de produtos com engarrafadores do sistema Coca-Cola no Brasil a partir de 31 de outubro (iStock)

A mexicana Coca-Cola Femsa, a maior engarrafadora do refrigerante no mundo, anunciou nesta segunda-feira (24) uma alta de 11,5% no lucro líquido do segundo trimestre, beneficiada por receita maior e crescimento das operações na América do Sul.

LEIA MAIS: Compra da britânica Punch Taverns pela Heineken afeta concorrência em 33 locais

A Coca-Cola Femsa disse, ainda, que a fabricante holandesa de cervejas Heineken, que detém participação na matriz Femsa, informou que encerraria a distribuição de produtos com engarrafadores do sistema Coca-Cola no Brasil a partir de 31 de outubro.

As ações da Coca-Cola Femsa caíam 2,69% na bolsa mexicana, pressionando o principal índice de ações do México.

“Estamos analisando possíveis ações a serem tomadas enquanto buscamos manter um diálogo construtivo com a Heineken”, informou a Coca-Cola Femsa em comunicado enviado à bolsa de valores mexicana.

A empresa teve lucro líquido de 2,232 bilhões de pesos (US$ 123 milhões) no segundo trimestre, ante 2,001 bilhões de pesos no mesmo período do ano anterior.

VEJA TAMBÉM: KLM e Heineken criam barril de chope para grandes altitudes

A receita trimestral cresceu 25,5% na mesma base de comparação, para 50,1 bilhões de pesos.

O lucro por ação atingiu 1,07 peso, de acordo com a companhia.

Comentários
Topo