Negócios

Lucro da GM supera estimativas e empresa promete reduzir estoques

iStock

A GM divulgou lucro líquido de US$ 2,4 bilhões ou US$ 1,60 por ação no segundo trimestre (iStock)

A General Motors divulgou nesta terça-feira (25) lucro líquido trimestral melhor que o esperado nas operações continuadas, apesar de queda na receita, e prometeu reduzir a produção no segundo trimestre para diminuir o crescente estoque de veículos que não vendidos.

LEIA MAIS: GM expande serviço de compartilhamento de carros nos EUA

A GM manteve sua previsão de lucro para 2017. As notícias elevaram as ações da GM em mais de 1% antes da abertura dos mercados.

A divulgação de resultados acontece em um momento em que Wall Street está preocupada com a possibilidade da indústria automotiva norte-americana estar entrando em uma recessão. As montadoras têm divulgado queda nas vendas pelos últimos quatro meses consecutivos.

Os analistas estão preocupados com estoque de veículos não vendidos da GM, refletindo decisões para armazenar pickups e veículos utilitários esportivos antes dos planejados fechamentos de fábricas para equipá-las para produção de novos modelos.

A GM planeja cortar a produção norte-americana em 150 mil veículos no segundo semestre de 2017 em comparação com o primeiro semestre, disse o diretor financeiro Chuck Stevens a repórteres na terça-feira (25).

VEJA TAMBÉM: Como o 911 da Porsche revolucionou o mundo das cores no mercado automotivo

A GM divulgou lucro líquido de US$ 2,4 bilhões ou US$ 1,60 por ação no segundo trimestre, uma queda ante os US$ 2,8 bilhões, ou US$ 1,74 por ação, um ano antes. Excluindo itens únicos, a empresa divulgou lucro por ação de US$ 1,89.

Nesta mesma base, analistas em média esperavam lucro por ação de US$ 1,69 dólar.

A empresa divulgou receita de US$ 37 bilhões no trimestre, ante US$ 37,4 bilhões um ano antes e abaixo dos US$ 40,1 bilhões esperados por analistas.

A GM disse que ainda espera lucrar entre US$ 6 e US$ 6,50 por ação em 2017.

Comentários
Topo