Negócios

5 dicas para tornar a experiência com influencers mais eficaz

Talvez não seja nenhuma surpresa, mas influencers são mais importantes do que uma publicidade tradicional. Isso acontece porque os consumidores querem confiar no que lhes é recomendado por fontes confiáveis – e não apenas pelas marcas.

LEIA TAMBÉM: Como influenciadores e marcas podem confiar um no outro

Um estudo feito pelo Twitter revelou que 49% das pessoas alegam depender das recomendações dos influencers ao tomar decisões de compras. O motivo é simples: eles são poderosos. E esse poder não guia apenas a consciência que as pessoas têm da marca. Com a rápida evolução das ferramentas das plataformas de mídias sociais que permitem conversões dentro dos aplicativos, os influencers são mais importantes do que nunca para resultados reais.

Na verdade, os influencers são responsáveis por dar sentido às marcas para o público atual, em uma escala global, então é preciso que você preste mais atenção neles. Estratégias de marketing baseadas em influencers exigem orçamentos mais altos e margens no longo prazo, pois é isso que vai, realmente, gerar impacto.

Veja, a seguir, 5 dicas para garantir que sua estratégia de marketing de influencers seja inteligente, bem-sucedida e tenha destaque:

  • 1. O influenciador certo vai além da autenticidade

    Um erro comum que as marcas cometem é pensar que um influencer com muitos seguidores será o ideal para o trabalho. Elas esquecem, frequentemente, de considerar onde realmente está a confiança do público. Influenciadores constroem credibilidade porque são autênticos e realmente acreditam nos que estão comunicando aos seus seguidores. É isso que leva a fãs super engajados. Logo, você precisa trabalhar com pessoas que sejam verdadeiros admiradores da sua marca para gerar uma boa impressão no seu público.

    Ter muitos seguidores não fará isso acontecer. Na verdade, é o contrário. Quanto menos fãs, mais genuína é a relação entre o influencer e seu público. Existe uma correlação direta entre influencers com menos fãs e taxas mais altas de engajamento, o que significa um impacto maior com menos seguidores.

    Os influencers corretos sabem quem são, o que o público deles quer e se agarram a isso.

  • 2. Mais é, na verdade, mais

    Outra expectativa que as marcas têm, em grande parte dos casos, é que ter uma parceria com alguns influenciadores aqui e ali vai gerar resultados. Construir engajamento leva tempo e dedicação, é por isso que é aconselhável que as marcas trabalhem com vários influencers por um longo período. Não apenas para alcançar um público mais amplo, mas também para garantir que a mensagem consiga o impulso necessário.

    É possível trabalhar com estratégias de influencers em múltiplas camadas. Isso envolve utilizar um grupo menor dos top influencers, respaldados por uma ou mais camadas maiores de micro-influenciadores. Dessa maneira, inicia-se um movimento de efeito em cadeia, estimulando a criação de conteúdo e a construção de uma comunidade, o que mantém o ímpeto da sua estratégia e garante que o público permanecerá conectado durante e além da campanha.

  • 3. Pense além do conteúdo de mídias sociais

    Uma das melhores coisas de se trabalhar com influenciadores é que eles são criadores e criativos por si só. Tire proveito disso: desenvolva estratégias que vão um passo além dos canais sociais e incorpore eventos offline, produção de vídeos e plataformas online, entre outras. Assim, você não vai apenas maximizar sua estratégia de mídia paga, mas também impulsionar o valor médio da mídia espontânea. Os influencers vão querer dividir as belas experiências com os seus seguidores.

  • 4. Mantenha o controle nas mãos do influencer

    Uma das coisas da qual as marcas devem se lembrar é que, hoje, o que os consumidores dizem é muito importante. Como diz Scotte Cook, cofundador da Inuit, empresa que desenvolve e vende softwares, “uma marca não é mais o que dizemos para o consumidor, mas sim o que os consumidores dizem que ela é”.

    Ao trabalhar com influenciadores, você se torna parte do ecossistema deles e não o contrário. Frequentemente as pessoas dizem que eles acabam virando uma extensão de suas marcas, mas o caminho inverso também ocorre. Confie e esteja aberto para uma perspectiva diferente. Talvez você tenha uma peça de roupa que pretende usar com uma finalidade específica. Um influencer poderia pegar o mesmo produto e utilizá-lo, vesti-lo ou compartilhá-lo de uma maneira que você nunca tinha pensado que seria possível.

    Quanto mais você deixa um influenciador conduzir a colaboração, mais natural vai parecer e mais envolvente para o público.

  • 5. Influencers são para a vida toda e não apenas para uma campanha

    Um bom marketing de influencer exige parcerias e não restrições. Isso também significa alimentar essas relações para além da compensação financeira. Influenciadores oferecem um caminho direto para o público-alvo das marcas, assim como um feedback inestimável, então mostre que você é grato a eles.

    Talvez você possa oferecer um vídeo personalizado de um evento ou um produto customizado. Faça eles se sentirem parte da sua marca e do futuro da sua empresa. Fortalecer a relação pode levar a colaborações inovadoras que vão ajudá-lo ao longo do caminho.

1. O influenciador certo vai além da autenticidade

Um erro comum que as marcas cometem é pensar que um influencer com muitos seguidores será o ideal para o trabalho. Elas esquecem, frequentemente, de considerar onde realmente está a confiança do público. Influenciadores constroem credibilidade porque são autênticos e realmente acreditam nos que estão comunicando aos seus seguidores. É isso que leva a fãs super engajados. Logo, você precisa trabalhar com pessoas que sejam verdadeiros admiradores da sua marca para gerar uma boa impressão no seu público.

Ter muitos seguidores não fará isso acontecer. Na verdade, é o contrário. Quanto menos fãs, mais genuína é a relação entre o influencer e seu público. Existe uma correlação direta entre influencers com menos fãs e taxas mais altas de engajamento, o que significa um impacto maior com menos seguidores.

Os influencers corretos sabem quem são, o que o público deles quer e se agarram a isso.

Comentários
Topo