Negócios

7 bilionários que já foram os mais ricos do mundo

Nos 30 anos que se passaram desde que FORBES começou a elaborar o ranking dos bilionários do mundo, apenas cinco pessoas apareceram na 1ª posição.

LEIA MAIS: Jeff Bezos supera Bill Gates e se torna o homem mais rico do mundo

Nos intervalos entre a publicação de uma lista e outra, pelo menos dois bilionários se tornaram – ainda que por um breve período de tempo – os mais ricos do mundo. O mais recente a viver esta situação foi Jeff Bezos, que superou o atual líder Bill Gates – que deteve o título por 18 dos últimos 23 anos – em 27 de julho devido a uma valorização nas ações da Amazon.

Veja, na galeria de fotos, as 7 pessoas que já foram as mais ricas do mundo:

  • Yoshiaki Tsutsumi
    Fonte de riqueza: imóveis
    Número 1 pela primeira vez: 1987
    Permaneceu por: 6 anos
    Fortuna na época: US$ 20 bilhões

    A pessoa mais rica do mundo na primeira lista de bilionários FORBES, publicada em 1987, foi o japonês Yoshiaki Tsutsumi, que tinha patrimônio de US$ 20 bilhões na época. Tsutsumi era um dos 140 bilionários do mundo naquele primeiro ranking. Juntos, acumulavam US$ 295 bilhões.

    A fortuna de Tsutsumi veio de imóveis e varejo por meio de seu Seibu Group no auge da bolha imobiliária japonesa. Depois de ser superado por Mori, em 1991, Tsutsumi levou dois anos para recuperar a posição e chegou lá novamente graças a um patrimônio de US$ 9 bilhões. No ano seguinte, voltaria a ocupar o topo da lista – pela última vez.

    Uma década mais tarde, Tsutsumi caiu em desgraça: as ações do grupo foram banidas da bolsa depois de uma série de erros contábeis. Ele foi preso no ano seguinte, multado em US$ 42 mil e recebeu uma sentença suspensa de quatro anos de prisão. O bilionário japonês deixou a lista completamente em 2007.

  • Taikichiro Mori
    Fonte de riqueza: imóveis
    Número 1 pela primeira vez: 1991
    Permaneceu por: 2 anos
    Fortuna na época: US$ 15 bilhões

    Em 1991, Taikichiro Mori tornou-se a pessoa mais rica do mundo com fortuna de US$ 15 bilhões. Professor de economia, saiu da universidade em 1959 e entrou no mundo dos negócios, construindo prédios comerciais em Minato, bairro de Tóquio. Mori tinha 65 prédios comerciais com 715 mil m² ao todo quando FORBES reconheceu sua fortuna como a maior do mundo pela primeira vez.

  • Bill Gates
    Fonte de riqueza: Microsoft
    Número 1 pela primeira vez: 1995
    Permaneceu por: 18 anos
    Fortuna na época: US$ 12,9 bilhões

    Um norte-americano chegou ao 1º lugar da lista anual de bilionários FORBES em 1995. Neste ano, o cofundador da Microsoft subiu ao número 1 com patrimônio de US$ 12,9 bilhões. Bill Gates era o grande destaque entre os 365 bilionários naquele ano, e deteve o título de mais rico do mundo por 18 dos últimos 23 anos.

    A subida de Gates, apesar de meteórica, não foi instantânea. Ele cofundou a Microsoft em 1975, mas não chegou ao topo da lista por duas décadas. Em 1995, as ações da gigante de tecnologia estavam em alta, pois as avaliações das companhias do setor decolaram. O patrimônio de Gates continuou a crescer astronomicamente pelos próximos quatro anos.

    Em seu auge, em 1999 – perto do momento mais importante da internet – a fortuna de Gates atingiu US$ 90 bilhões. Hoje, ele permanece como membro do conselho da Microsoft, a empresa de software que fundou com Paul Allen.

  • Warren Buffett
    Fonte de riqueza:Berkshire Hathaway
    Número 1 pela primeira vez: 2008
    Permaneceu por: 1 ano
    Fortuna na época: US$ 62 bilhões

    Warren Buffett subiu ao topo em 2008. A fortuna de Gates havia caído depois que a Microsoft fez uma tentativa frustrada de juntar-se ao Yahoo. Foi também neste ano que Gates deixou de ser presidente da empresa para focar na Bill & Melinda Gates Foundation. Ele voltou ao topo da lista em 2009 com uma fortuna muito menor, de US$ 40 bilhões.

  • Carlos Slim Helú
    Fonte de riqueza: América Móvil
    Número 1 pela primeira vez: 2010
    Permaneceu por: 4 anos
    Fortuna na época: US$ 53,5 bilhões

    Em 2010, um bilionário de um país que não era os Estados Unidos ou o Japão dominou a lista pela primeira vez: o titã das telecomunicações Carlos Slim Helú. Ao conduzir o aumento do preço das ações de sua empresa de telecomunicações, a América Móvil, o mega empresário mexicano superou Bill Gates e Warren Buffett e tornou-se o mais rico do mundo. Ele se manteve na posição por quatro anos.

  • Amancio Ortega
    Fonte de riqueza: Zara
    Número 1 pela primeira vez: 2015
    Permaneceu por: 3 dias
    Fortuna na época: US$ 80 bilhões

    O fundador da varejista de roupas espanhola Inditex (conhecida no Brasil por suas lojas Zara) superou Gates como a pessoa mais rica nos rankings FORBES por algumas horas em outubro de 2015 e por dois dias em setembro de 2016, mas caiu do topo tão rapidamente quanto entrou. Ortega, o varejista mais rico do mundo, normalmente ganha mais de US$ 400 milhões em dividendos por ano.

    Quando as ações da Inditex subiram 2,5% em 2016, sua fortuna recebeu um aumento de US$ 1,7 bilhão, mas caiu 2,8% dois dias depois. Filho de um trabalhador ferroviário de Corunha, na Espanha, Ortega é tão recluso quanto rico. Ele começou sua carreira como atendente de loja em sua cidade natal antes de abrir seu próprio negócio. Com menos de US$ 100, ele e sua esposa, Rosalia Mera, começaram produzindo lingeries e pijamas em sua sala de estar.

  • Jeff Bezos
    Fonte de riqueza: Amazon.com
    Número 1 pela primeira vez: julho de 2017
    Permaneceu por: menos de um dia
    Fortuna na época: US$ 90,6 bilhões

    O fundador e CEO da Amazon Jeff Bezos superou Bill Gates e tornou-se a pessoa mais rica do mundo na quinta-feira de 27 de julho. Quando os mercados abriram, Bezos tinha patrimônio de US$ 90,6 bilhões, o que o colocou US$ 500 milhões à frente do cofundador da Microsoft Bill Gates.

    Gates já havia sido superado no ranking em tempo real de FORBES por apenas dois dias há quase um ano pelo magnata espanhol do varejo Amancio Ortega. Bezos tornou-se a sétima pessoa a deter o título de mais rico do mundo e o terceiro norte-americano a estar no topo do ranking, além do cofundador da Microsoft e do CEO da Berkshire Hathaway Warren Buffett.

Yoshiaki Tsutsumi
Fonte de riqueza: imóveis
Número 1 pela primeira vez: 1987
Permaneceu por: 6 anos
Fortuna na época: US$ 20 bilhões

A pessoa mais rica do mundo na primeira lista de bilionários FORBES, publicada em 1987, foi o japonês Yoshiaki Tsutsumi, que tinha patrimônio de US$ 20 bilhões na época. Tsutsumi era um dos 140 bilionários do mundo naquele primeiro ranking. Juntos, acumulavam US$ 295 bilhões.

A fortuna de Tsutsumi veio de imóveis e varejo por meio de seu Seibu Group no auge da bolha imobiliária japonesa. Depois de ser superado por Mori, em 1991, Tsutsumi levou dois anos para recuperar a posição e chegou lá novamente graças a um patrimônio de US$ 9 bilhões. No ano seguinte, voltaria a ocupar o topo da lista – pela última vez.

Uma década mais tarde, Tsutsumi caiu em desgraça: as ações do grupo foram banidas da bolsa depois de uma série de erros contábeis. Ele foi preso no ano seguinte, multado em US$ 42 mil e recebeu uma sentença suspensa de quatro anos de prisão. O bilionário japonês deixou a lista completamente em 2007.

Comentários
Topo