Negócios

Deutsche Bank sai da lista dos 15 maiores bancos privados do mundo

Getty Images

A instituição caiu cinco posições e ficou em 16º lugar no ranking da Scorpio dos 25 maiores bancos privados do mundo (Getty Images)

O Deutsche Bank deixou a lista dos 15 principais bancos privados do mundo em 2016, ano marcado por manchetes negativas para o maior banco da Alemanha, mostraram nesta segunda-feira (7) os rankings da pesquisadora de gestão de fortunas Scorpio Partnership.

LEIA MAIS: Deutsche Bank vende fatia de 20% no chinês Hua Xia Bank por US$ 3,37 bi

Os ativos de private banking no Deutsche Bank caíram 28% em dólares, para US$ 227 bilhões ao final de 2016, fazendo com que a instituição caísse cinco posições e ficasse em 16º lugar no ranking da Scorpio dos 25 maiores bancos privados do mundo.

O Deutsche Bank vendeu um negócio de gestão de patrimônio nos Estados Unidos no ano passado e retirou-se de vários países. Um porta-voz do banco disse que a maior parte de sua queda nos ativos foi decorrente da venda.

A instituição financeira enfrentou um 2016 difícil, com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos querendo que ela pagasse US$ 14 bilhões pela venda incorreta de títulos lastreados em hipotecas antes da crise financeira de 2007-2009.

A demanda reduziu a confiança no Deutsche Bank e fez com que clientes retirassem bilhões de dólares. O banco finalmente liquidou o impasse judicial por US$ 7,2 bilhões.

O banco suíço UBS manteve seu lugar como o maior banco privado do mundo, com US$ 2,06 trilhões em ativos sob gestão, seguido pelo Bank of America, Morgan Stanley e Wells Fargo, apontou a Scorpio.

Comentários
Topo