Negócios

Lucro operacional do Carrefour recua 21,5% no primeiro semestre

iStock

O maior varejista da Europa disse que seu lucro operacional recorrente no primeiro semestre caiu para US$ 740,42 milhões (iStock)

O Carrefour, segundo maior varejista do mundo, registrou queda maior do que a esperada, de 21,5%, no lucro operacional do primeiro semestre, à medida que a forte concorrência atingiu as margens na França, seu principal mercado, destacando os desafios enfrentados pelo novo presidente-executivo, Alexandres Bompard.

LEIA MAIS: Carrefour Brasil tem queda de 3,4% no lucro do 2º trimestre

O maior varejista da Europa disse que seu lucro operacional recorrente no primeiro semestre caiu para € 621 milhões (US$ 740,42 milhões) a uma taxa de câmbio constante, ante € 666 milhões estimados em pesquisa da Reuters.

Na França, a queda do lucro operacional foi de 36,1%, para € 199 milhões, refletindo as reduções de preço feitas para competir melhor com rivais domésticos.

A empresa disse que vê agora crescimento das vendas entre 2% e 4% este ano, ante previsão anterior de avanço de 3% a 5%. O Carrefour também previu investimentos menores em bens de capital (capex), para € 2,2 bilhões a € 2,3 bilhões, ante investimento previsto inicialmente de € 2,4 bilhões.

O grupo também reforçou que a nova equipe de administração está totalmente focada na melhoria do desempenho do grupo, que deve retornar ao mercado no fim do ano.

Comentários
Topo