Negócios

Netflix compra editora de quadrinhos Millarworld

Reprodução

Títulos como “Kick-Ass” (foto) e “Kingsman”, pertencem a Millarworld (Reprodução)

A empresa norte-americana de transmissão de vídeo Netflix disse nesta segunda-feira (7) que comprou a editora de quadrinhos Millarworld, que abriga títulos como “Kick-Ass” e “Kingsman”, em sua primeira aquisição.

LEIA MAIS: Netflix amplia reinado no mercado internacional com séries originais

A Millarworld, administrada pelo escritor escocês Mark Millar e a sua esposa Lucy, dará à Netflix uma série de franquias de personagens com as quais poderá desenvolver filmes, séries de TV e shows infantis. A editora desenvolveu três de suas franquias – “Wanted”, “Kick-Ass” e “Kingsman” – em filmes que geraram quase US$ 1 bilhão em bilheteria globalmente.

A Netflix está gastando bilhões de dólares em conteúdo para ganhar novos assinantes em uma missão para se tornar o principal serviço de transmissão de filmes e TV do mundo.

A empresa não divulgou os termos da aquisição.

Millar passou oito anos na Marvel, onde criou histórias em quadrinhos e outras obras que resultaram em filmes como “Logan”, “Capitão América: Guerra Civil” e o primeiro filme de “Os Vingadores”, da Disney.

“Mark está o mais próximo do que se pode chegar de um Stan Lee moderno”, disse Ted Sarandos, responsável pelo conteúdo da Netflix, em comunicado, referindo-se ao criador de 94 anos de franquias de quadrinhos e de gigantes de bilheteria como “Spider-Man “,”Os Vingadores” e ” X-Men “.

VEJA TAMBÉM: 7 séries da Netflix que são uma aula sobre liderança

A Millarworld continuará a criar e publicar novas histórias e franquias sob o rótulo Netflix.

Comentários
Topo