Negócios

Prejuízo líquido do site chinês JD.com aumenta

iStock

A JD.com disse que seu prejuízo líquido atribuível a acionistas subiu para US$ 74 milhões (iStock)

A JD.com, segunda maior empresa de varejo online da China, divulgou prejuízo líquido no segundo trimestre, com o aumento dos custos de marketing ofuscando o crescimento da receita acima do esperado e levando as suas ações a caírem acentuadamente nesta segunda-feira (14).

LEIA MAIS: A Grande Muralha do comércio eletrônico da China

O principal rival do Alibaba Group disse que seu prejuízo líquido atribuível a acionistas subiu para 496,4 milhões de iuanes (US$ 74 milhões), ante 252,3 milhões de iuanes um ano antes.

As ações da JD.com chegaram a cair mais de 5% em Nova York durante a manhã, apesar de a receita ter subido 43,6%, para 93,2 bilhões de iuanes, muito acima da faixa de estimativas, entre 88 bilhões e 90,5 bilhões de iuanes. Às 12h00 (horário de Brasília), as ações recuavam 3,8%.

As despesas de marketing cresceram 63%, para 4,1 bilhões de iuanes, principalmente devido às vendas em junho para o “618”, segundo maior evento de vendas online da China, atrás apenas do Dia dos Solteiros.

A empresa espera receita do terceiro trimestre entre 81,8 bilhões de iuanes e 84,2 bilhões de iuanes, alta de 36% a 40% ante o mesmo período em 2016.

Comentários
Topo