Negócios

5 cidades norte-americanas prontas para se tornarem centros de tecnologia

A área da Baía de São Francisco ainda é o centro de tecnologia mais vibrante dos Estados Unidos. Em 20 anos, a região aumentou seus registros de patentes relacionadas à tecnologia em dez vezes. Mas o espírito inovador do Vale do Silício tem se espalhado pelo país.

LEIA TAMBÉM: 6 maiores bilionárias da tecnologia de 2017

Mais de dois terços dos trabalhadores da área de tecnologia agora sentem pouca ou nenhuma necessidade de viver na Baía de São Francisco. Eles estão se movimentando para o leste, aproveitando as oportunidades que encontram pelo caminho.

Veja, a seguir, 5 cidades norte-americanas que estão atraindo equipes e empreendedores da área de tecnologia:

  • 1. Salt Lake City, Utah

    Conhecida pelo Coro do Tabernáculo Mórmon, coral da cidade vencedor do Grammy e do Emmy Award, e vistas fantásticas, Salk Lake City foi recentemente classificada pelo site “Entrepreneur” como o melhor destino para startups fora de San Francisco e Nova York.

    Para as pessoas do setor, o ranking não foi uma grande surpresa. Três anos atrás, o eBay saiu na frente ao abrir uma grande unidade na região. Pessoas que fazem investimentos de risco perceberam a oportunidade, oferecendo centenas de milhões em aportes iniciais para startups de Utah.

    Vaughn Aust, que trabalha na MarketStar, empresa de marketing norte-americana, atribui o sucesso de sua companhia, em grande parte, à localização nos subúrbios de Salt Lake City. Aust destaca a força de trabalho estável da cidade, as universidades de tecnologia muito bem classificadas, baixo custo de vida, clima agradável, baixas taxas de crimes e uma atmosfera amigável para famílias.

    Na empresa de planejamento Domo, a vice-presidente de comunicações Julie Kehoe é tão apaixonada quanto Aust pelas áreas dessa região, conhecidas com “Silicon Slopes.” Ela aprecia o clima amistoso para a realização de negócios cultivado graças às raízes culturais da região, baseadas na auto-suficiência.

  • 2. Denver, Colorado

    Denver está bem classificada entre as empresas em busca de talentos, conectividade e cultura. Uma pesquisa com 100 trabalhadores da área de tecnologia da Califórnia indicou que cerca de metade deles estava preparada para se transferir para lugares como Denver.

    Scott Heimes, CMO da empresa de serviço de emails SendGrid, localizada na cidade, acredita que Denver tem uma combinação de qualidades, incluindo um refúgio pitoresco e ativo de cultura. Os residentes, de acordo com Heimes, também são uma grande parte das vantagens da região.

  • 3. Atlanta, Georgia

    Se você deseja se mudar para a costa leste dos Estados Unidos, considere as oportunidades de emprego no setor de tecnologia disponíveis em Atlanta, incluindo vagas para desenvolvedores de software, programadores e cargos nas áreas de assistência tecnológica, que cresceram mais rápido do que a média nacional. O total de trabalhos ligados à área cresceu 46,7% desde 2010 – quase 20% acima da média do país.

    Jeff Perkins, CMO da empresa de softwares QASymphony, descreveu Atlanta como um lugar com uma comunidade empreendedora próspera, que possui polos de startups. Com universidades locais de elite atraindo talentos, como o Instituto de Tecnologia da Geórgia e a Universidade Emory, ele está convicto de que o aumento de tecnologia na região não é casual.

    Como muitas outras empresas do setor, a QASymphony conseguiu dinheiro por meio de empresas de capital de risco. Mas Perkins dispensa a ideia de que Atlanta é uma bolha prestes a estourar, devido às expectativas de investidores e valorizações não realistas. Na verdade, ele enxerga a cidade como um local que atrai empresas com a intenção de gerarem receitas reais.

  • 4. Portland, Oregon

    A comunidade de tecnologia em Portland, conhecida localmente como “Silicon Forest”, está, atualmente, crescendo mais rápido do que o Vale do Silício. De 2010 a 2013, o banco de talentos de tecnologia na cidade cresceu cerca de 30%, ultrapassando o Vale do Silício em, aproximadamente, 10%.

    Parte das vantagens de Portland se baseia nas oportunidades de trabalhos a distância que oferece: mais de 6% dos profissionais lá instalados fazem seus trabalhos de casa. Isso é muito importante para funcionários de startups em busca do equilíbrio entre vida pessoal e trabalho.

    Além disso, os locais entre Portland e a Baía de São Francisco são um ponto de comércio para trabalhadores da tecnologia. Andy MacMillan, CEO da empresa de software Act-On, em Portland, escolheu a cidade por causa da proximidade com a Baía de São Francisco, a cultura excêntrica, preços acessíveis de imóveis e uma vida urbana agitada. Ele também notou que os residentes sentem um orgulho especial em relação aos seus trabalhos, contribuindo para a comunidade da maneira que podem.

  • 5. Seattle, Washington

    Seattle não é apenas o paraíso para os amantes de café e da música: em 2016, a cidade foi considerada a terceira melhor do país para o setor de tecnologia. Dezenas de milhares de funcionários da área migraram para lá desde 2010 devido aos altos salários: estes profissionais ganham mais de US$ 110.000 por ano.

    A Microsoft e a Amazon adotaram o ritmo de Seattle. Além disso, fundadores de startups e equipes de empreendedorismo participam de eventos relacionados ao setor pela cidade.

    A migração para fora de San Francisco está levando prosperidade e inovação para novos lugares. Líderes do setor de tecnologia desafiam a antiga maneira de fazer as coisas e criam novas soluções a partir das culturas locais.

1. Salt Lake City, Utah

Conhecida pelo Coro do Tabernáculo Mórmon, coral da cidade vencedor do Grammy e do Emmy Award, e vistas fantásticas, Salk Lake City foi recentemente classificada pelo site “Entrepreneur” como o melhor destino para startups fora de San Francisco e Nova York.

Para as pessoas do setor, o ranking não foi uma grande surpresa. Três anos atrás, o eBay saiu na frente ao abrir uma grande unidade na região. Pessoas que fazem investimentos de risco perceberam a oportunidade, oferecendo centenas de milhões em aportes iniciais para startups de Utah.

Vaughn Aust, que trabalha na MarketStar, empresa de marketing norte-americana, atribui o sucesso de sua companhia, em grande parte, à localização nos subúrbios de Salt Lake City. Aust destaca a força de trabalho estável da cidade, as universidades de tecnologia muito bem classificadas, baixo custo de vida, clima agradável, baixas taxas de crimes e uma atmosfera amigável para famílias.

Na empresa de planejamento Domo, a vice-presidente de comunicações Julie Kehoe é tão apaixonada quanto Aust pelas áreas dessa região, conhecidas com “Silicon Slopes.” Ela aprecia o clima amistoso para a realização de negócios cultivado graças às raízes culturais da região, baseadas na auto-suficiência.

Comentários
Topo