Negócios

7 coisas que o patrimônio dos 170 bilionários brasileiros pode comprar

A nova edição da lista dos bilionários brasileiros de FORBES bateu recorde: são 170 nomes que, juntos, detêm um patrimônio de R$ 868,72 bilhões (o equivalente a US$ 275 bilhões e € 232 bilhões). O valor corresponde a 13,79% do PIB brasileiro do ano passado e é 11% maior do que o PIB do Chile.

LEIA TAMBÉM: 10 maiores bilionários do Brasil em 2017

Veja, na galeria de fotos a seguir, o que essa fortuna consolidada seria capaz de comprar:

  • A soma daria para comprar 1.045 “Neymars” se levarmos em conta a multa de € 222 milhões que o PSG pagou recentemente para liberar o atleta do rival Barcelona.

  • Seria possível adquirir 70 mil unidades do Aston Martin MA-RB 00, o carro mais caro do mundo, avaliado em US$ 3,9 milhões.

  • O montante é suficiente para recuperar as florestas do Brasil 16 vezes. De acordo com um levantamento feito no ano passado pelo Instituto Encolhas, a operação custaria R$ 52 bilhões em 14 anos.

  • US$ 250 mil: este é o valor estimado por Richard Branson, proprietário da Virgin Galactic, de uma passagem em sua aeronave rumo ao espaço. O patrimônio dos bilionários brasileiros seria suficiente para visitar o Cosmo mais de 1 milhão de vezes.

  • O Dallas Cowboys, time de futebol americano, é o mais valioso do mundo: US$ 4,2 bilhões. Juntos, os bilionários brasileiros poderiam ser donos de 65 times do mesmo nível.

  • Embora não esteja à venda, o Palácio de Buckingham, lar da rainha Elizabeth II, é avaliado em US$ 1,5 bilhão. A fortuna total dos bilionários brasileiros seria suficiente para comprar 183 residências do tipo: uma para cada bilionário da lista – e ainda sobrariam 13.

  • O Comlux A330 VIP é um dos jatos mais caros do mundo: pode voar até 17 horas direto, acomoda 60 passageiros e custa US$ 200 milhões. 1.375 deles custariam o mesmo que as fortunas dos 170 bilionários brasileiros somadas.

A soma daria para comprar 1.045 “Neymars” se levarmos em conta a multa de € 222 milhões que o PSG pagou recentemente para liberar o atleta do rival Barcelona.

Comentários
Topo