Bayer diz que precisa de mais tempo para concluir aquisição da Monsanto

iStock
Bayer disse, em nota, que pediu à Comissão Europeia uma extensão desse prazo para até 22 de janeiro (iStock)

A fabricante alemã de medicamentos e agroquímicos Bayer disse que provavelmente levará até o início do próximo ano para completar a planejada aquisição do grupo de sementes norte-americano Monsanto, por US$ 66 bilhões, negócio que estava previsto para ser concluído no fim de 2017.

LEIA MAIS: Cade define fusão entre Bayer e Monsanto como “complexa”

A Comissão Europeia vem analisando a aquisição, tendo como prazo limite 8 de janeiro. A Bayer disse, em nota, que pediu ao regulador uma extensão desse prazo para até 22 de janeiro. A Comissão iniciou no mês passado uma investigação aprofundada sobre tal aquisição, dizendo que estava preocupada com a concorrência em vários mercados de pesticidas e sementes.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).