Negócios

Cade aprova aquisição da Fleet Services pela Movida sem restrições

iStock

A Movida comprou 100% das cotas da Fleet Services por R$ 5 milhões mais R$ 17 milhões em dívidas (iStock)

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições a aquisição pela Movida da locadora de veículos de alto padrão Fleet Services, de acordo com despacho publicado no Diário Oficial da União nesta quinta-feira (21).

LEIA MAIS: Baidu lança fundo de US$1,5 bi dedicado a projetos de direção autônoma

Em 17 de agosto, a companhia de locação de veículos e gestão de frotas anunciou a compra de 100% das cotas da Fleet Services, então detidas pelo Grupo Eurobike e por Jorg Henning Dornbusch. O acordo previa pagamento de R$ 5 milhões, acrescidos de outros R$ 17 milhões em dívidas da Fleet, conforme informou a Movida em comunicado.

Parecer divulgado no site do Cade ressalta que a autarquia “entende que o mercado de terceirização de frotas não se confunde com o de locação de veículos”. O documento ainda cita que os veículos que serão adquiridos pela Movida representam menos de 10% do volume em circulação no mercado de terceirização de frota.

O órgão antitruste ainda destaca que a receita da Fleet em 2016 também correspondeu a menos de 10% do faturamento total do mercado. “Por todo o exposto, em face da baixa sobreposição horizontal decorrente da operação, esta Superintendência-Geral conclui que a presente operação não acarreta prejuízos ao ambiente concorrencial, podendo ser aprovada por rito sumário”, diz o parecer.

As ações ordinárias da Movida acumulam ligeira queda de 1,58% em setembro.

Comentários
Topo