Negócios

J&F vende Eldorado por R$ 15 bilhões para Paper Excellence

iStock

Eldorado é um dos principais ativos que a J&F pôs à venda depois que Wesley e Joesley concordaram em pagar uma multa, dentro do acordo de leniência com o Ministério Público, com o valor recorde de R$ 10,3 bilhões. (iStock)

A J&F Investimentos SA informou neste sábado que vendeu por R$ 15 bilhões a Eldorado Brasil Celulose para a holandesa Paper Excellence, incluindo as dívidas.

VEJA TAMBÉM: Irmãos Batista vendem Alpargatas por R$ 3,5 bilhões às famílias controladoras do Itaú

A J&F é a holding que reúne os negócios dos irmãos Joesley e Wesley Batista, entre eles, o frigorífico JBS.

Em um comunicado ao mercado, as empresas afirmaram que a transação será completada em 12 meses, e a Paper Excellence, controlada pelos donos da indonésia Asia Pulp & Paper Co. Ltda, vão assumir inteiramente o débito da Eldorado, que chega a R$ 8 bilhões.

Uma fonte com conhecimento direto da transação informou que fundos de pensão brasileiros que possuem 19% das ações da Eldorado ainda estão analisando se vendem ou não sua parte. A J&F possuía 81% da empresa de celulose.

Os diretores da Eldorado continuarão na empresa até que os órgãos regulatórios aprovem a venda, informou a fonte, que pediu anonimato porque não está autorizada a tratar do assunto.

LEIA: Mexicana Lala oferece R$ 5,7 bi por Vigor, diz fonte

Eldorado é um dos principais ativos que a J&F pôs à venda depois que Wesley e Joesley concordaram em pagar uma multa, dentro do acordo de leniência com o Ministério Público, com o valor recorde de R$ 10,3 bilhões pela sua participação nos escândalos de corrupção que envolvem boa parte do governo, inclusive o presidente Michel Temer.

A J&F concordou ainda em vender a Alpargatas, fabricantes das sandálias havaianas, para Itaúsa, holding de investimentos do banco Itaú, e para o grupo Cambuhy/Brasil Warrant da família Moreira Salles, por R$ 3,5 bilhões em julho deste ano. Em agosto, vendeu a fabricante de alimentos Vigor SA para o grupo mexicano Lala por R$ 5,7 bilhões.

Comentários
Topo